João Carlos Jacobsen é o novo presidente da Câmara Setorial do Algodão

Virgília Vieira | Ascom Abapa O produtor rural da região oeste da Bahia, João Carlos Jacobsen Rodrigues, tomou posse da presidência da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Algodão e Derivados, no mês de abril. Ele sucede a Sérgio De Marco, que presidiu a Abrapa no biênio 2011/12 e que esteve à frente desta Câmara […]

Em 18/05 de 2015

Virgília Vieira | Ascom Abapa

Sérgio De Marco e João Carlos Jacobsen Rodrigues, na transmissão do cargo | Foto: Virgília Vieira

Sérgio De Marco e João Carlos Jacobsen Rodrigues, na transmissão do cargo | Foto: Virgília Vieira

O produtor rural da região oeste da Bahia, João Carlos Jacobsen Rodrigues, tomou posse da presidência da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Algodão e Derivados, no mês de abril. Ele sucede a Sérgio De Marco, que presidiu a Abrapa no biênio 2011/12 e que esteve à frente desta Câmara Setorial desde a sua criação, em agosto de 2005.

João Carlos Jacobsen Rodrigues, natural do Paraná, é um dos pioneiros da cultura do algodão no Oeste da Bahia, onde se fixou ainda na década de 1980. É presidente do grupo Jacobsen Companhia de Cultivos (JCC), localizado em Barreiras, onde produz algodão e também soja, milho, feijão, milheto e sorgo. Foi eleito presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa) para o biênio 2015/2016.

Na transmissão de cargo, que ocorreu durante reunião da Câmara Setorial realizada na sede da Abrapa, em Brasília, De Marco foi homenageado pela entidade. A Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Algodão e Derivados atua como interlocutora junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Cabe a ela propor, apoiar e acompanhar as ações para o desenvolvimento das atividades do setor.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.