12/abril/2019- Atualizado em 12/04/2019 8:41:23

Vidas que salvam, HO realiza primeira captação de órgãos de 2019

Thianne Lira | Ascom HO

O Hospital do Oeste (HO), na cidade de Barreiras, realizou no último domingo (07) a primeira captação de órgãos do complexo hospitalar em 2019. No procedimento, que durou três horas e foi conduzido pela Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) do HO e pela equipe médica da Central de Transplantes da Bahia, foi retirado o fígado.

A iniciativa do tão generoso gesto da doação do órgão partiu da família de Francisco da Mota Alcântara Sobrinho, de 58 anos, que teve diagnóstico de morte encefálica confirmado após complicações ocasionadas por um Acidente Vascular Cerebral (AVC). “Essa é uma maneira de saber que meu pai continuará vivo e irá trazer felicidade para outra família”, comentou Ana Karoline Pereira, filha do doador.

O fígado retirado já era aguardado com ansiedade pelo receptor. “Para nós é muito gratificante poder transformar a vida de alguém, devolver a esperança de voltar a ter uma rotina normal e uma vida saudável”, ressaltou Thaila Raiane Alves, enfermeira da Central Estadual de Transplantes.

A última captação de órgãos realizada pelo HO aconteceu no final do ano passado e no procedimento foram retirados quatro órgãos, sendo dois rins e duas córneas.

“Nossa maior dificuldade continua sendo a aceitação da família, mas vemos no diálogo e esclarecimento do assunto uma forma de possibilitar que mais pessoas compreendam os benefícios da doação de órgãos”, destacou Marina Barbizan, coordenadora de enfermagem do hospital.

De acordo com a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos, em 2018 o Brasil possuía 33.454 pacientes cadastrados em lista de espera para transplante de órgãos. Desse total, 1.688 estão na Bahia. No mesmo ano, o estado realizou 767 transplantes.

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!