Reeducação alimentar e exercícios ajudam jovem perder 25kg e ficar magra em sete meses

Lídia Azevedo | Extra A mudança de Santa Catarina para Brasília foi um divisor de águas para Cindy Pessi. Apesar de ter passado boa parte da vida brigando com a balança, foi a ansiedade de chegar a um lugar novo que a fez engordar mais 13kg, ficando 20kg acima do peso. Ao se ver com […]

Em 14/09 de 2014

Lídia Azevedo | Extra

Cindy aumentou de peso quando foi morar em Brasília depois perdeu 25kg | Foto: Arquivo pessoal

Cindy aumentou de peso quando foi morar em Brasília depois perdeu 25kg | Foto: Arquivo pessoal

Cindy teve que esperar dois meses pela consulta com a nutricionista | Foto: Arquivo pessoal

Cindy teve que esperar dois meses pela consulta com a nutricionista | Foto: Arquivo pessoal

A mudança de Santa Catarina para Brasília foi um divisor de águas para Cindy Pessi. Apesar de ter passado boa parte da vida brigando com a balança, foi a ansiedade de chegar a um lugar novo que a fez engordar mais 13kg, ficando 20kg acima do peso. Ao se ver com 79kg, a gerente financeira, 1,74m, decidiu fazer uma reeducação alimentar e praticar exercícios para emagrecer.

— Eu acordei no Natal de 2013. Quando vi uma foto, percebi que estava imensa. Eu já notava que não conseguia mais atravessar uma passarela sem ficar ofegante e que estava comprando roupas com números de manequim cada vez maiores. Mas não notava o que estava acontecendo — explica a jovem de 25 anos, que correu para procurar ajuda com uma nutricionista: — O problema é que só consegui consulta para fevereiro. Enquanto o dia não chegava, passei dezembro e janeiro comendo errado.

Após vários exames, a especialista detectou que Cindy estava com 44% de percentual de gordura corporal, além de estar acima do peso. Para começar o tratamento, a nutricionista trocou os alimentos refinados pelos integrais, cortou o chocolate ao leite, o açúcar refinado, retirou o carboidrato das refeições noturnas e incluiu mais legumes, verduras, sementes e fibras à alimentação:

— Paralelamente, eu comecei a malhar na academia do meu prédio de domingo a domingo, com a ajuda de um amigo, que montou a minha série. Em 40 dias, eu perdi 10kg. Passado esse período, voltei ao consultório da especialista e ela readaptou a minha dieta. Desta vez, eu poderia incluir carboidrato nas minhas refeições, menos nas noturnas, durante uma semana, e na outra semana só poderia comer proteína. E, em dois meses, emagreci mais oito quilos. Na última visita, no meio do ano, nova readaptação. Agora, como eu quero ganhar massa magra e definir, ela incluiu os carboidratos magros (batata-doce, inhame, aipim etc) e acrescentou mais proteína.

oje em dia com 54kg, Cindy já não malha sete dias durante a semana, mas segue firme e forte nos cuidados com o corpo. Para não se desestimular, ela usa a internet para dividir sua história de transformação e pesquisar receitas novas.

— Como não preciso mais perder peso, agora eu faço musculação de quatro a cinco vezes por semana. E continuo fazendo a minha marmita para levar aos lugares, apesar de me permitir mais. No início foi difícil, porque eu sou muito ansiosa, ligada no 220V, e descontava na comida. Por isso, quando eu tinha vontade de comer entre os intervalos, o meu truque era beber água — conta a gerente financeira, que semana passada comprou um short de manequim 34: — Cheguei a vestir roupas do tamanho 44. Atualmente compro calças número 36. Recebi algumas críticas falando que estava magra demais. Mas estou satisfeita. Para a minha altura, este peso é o ideal e estou bem de saúde. Posso provar um milhão de roupas e ficar bem. Estou satisfeita com o que eu vejo.

Gerente mostra que roupa que usava antes não cabe mais. Após emagrecer, usa roupas mais justas | Foto: Arquivo pessoal

Gerente mostra que roupa que usava antes não cabe mais. Após emagrecer, usa roupas mais justas | Foto: Arquivo pessoal

Depois de se sentir ofegante atravessanto uma passarela, Cindy consegue correr 5km | Foto: Arquivo pessoal

Depois de se sentir ofegante atravessanto uma passarela, Cindy consegue correr 5km | Foto: Arquivo pessoal

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.