Perca o medo de ir ao dentista

O medo é algo que impede muitas pessoas a terem uma boca saudável

Em 26/09 de 2019

Todos reconhecemos a importância de ir ao dentista periodicamente para realizar limpezas completas nos dentes ou, até mesmo, restaurações. Entretanto, o medo é algo que impede muitas pessoas a terem uma boca saudável.

Desde o momento da marcação da consulta, até a espera pelo atendimento pode ser algo incômodo e, até mesmo, assustador. Ainda assim, o profissional do convênio dentário(http://planodedentista.com.br) em sua grande maioria de vezes, já está acostumado com pacientes nervosos e apreensivos.

Se você reconhece a importância de realizar as consultas, já é um grande passo para não deixar que isso te impeça de marcá-las e, principalmente, de ir até o consultório odontológico.

Em casos mais complexos, é possível contar com a ajuda de um psicólogo para que o profissional ajude na superação do medo. Isso é indicado, principalmente, para aqueles que chegam a recusar o tratamento odontológico, o que pode, inclusive, acontecer de uma maneira inconsciente, fazendo até com que agende uma consulta, mas um dia antes encontre uma desculpa para não comparecer no consultório.

Independente do que seja ou da forma que o seu medo se apresentar, é importante vencê-lo para que isso não prejudique a sua saúde bucal. Por esse motivo, confira algumas dicas que podem ajudar.

Encontre uma distração
Já pensou em levar alguém que você confie, seja um amigo ou um familiar, para te acompanhar no momento da consulta? Isso parece simples mas, ao mesmo tempo, essa pessoa pode te incentivar a ir ao consultório do convênio dentário, como também te distrair e ajudar a passar pelos momentos prévios à avaliação odontológica.

Além disso, muitas vezes as pessoas só precisam de alguém para segurar a mão durante o tempo em que estiver realizando o tratamento, como também que dê forças para os momentos de maior tensão.

Outra alternativa, caso não seja possível levar alguém, é colocar um fone no ouvido com música, essa alternativa pode ser bem eficaz caso o grande problema seja o medo provocado pelo barulho do motor. O ideal é se certificar com o profissional que isso não é um problema, mas normalmente se essa for uma alternativa para te acalmar enquanto o procedimento é realizado, não tem com o que se preocupar.

Encontre um dentista de confiança
A melhor maneira de vencer o medo é encontrar um profissional bom e que você confia. Nesse momento, vale pedir indicações de amigos e familiares e, até mesmo, explicar a situação para eles. Não é motivo de vergonha ter medo, desde que ele não te impeça de fazer as coisas que você deveria fazer.

Dessa forma, tente encontrar um especialista em seu convênio dentário que tenha boas recomendações e que te passe a segurança necessária. É importante encontrar um dentista que esteja disposto a te ajudar nesse momento.

Durante a consulta, você pode tirar todas as suas dúvidas sobre o que ele vai fazer e quais são os métodos utilizados para o tratamento. Uma vez que todo o tratamento está claro para você, a probabilidade de desistir é menor, considerando que agora você entende a importância de realizá-lo.

Explique ao dentista do convênio dentário os seus medos e anseios para que ele possa ver se existem métodos alternativos ao tratamento que o deixem mais tranquilos. Mesmo que não tenha, com essa informação é possível deixar combinado que, em qualquer momento de dor ou desconforto, você pode levantar a mão ou fazer algum sinal para que tenha uma pausa.

Importância da saúde bucal
Nenhum medo deve te impedir de realizar coisas importantes, principalmente quando é relacionado a sua saúde. Por esse motivo, é interessante perceber qual é a origem do seu medo. Muitas vezes, é algo que passa de pais para os filhos, ou de outra pessoa que não tiveram experiências agradáveis e continuam repassando isso para os outros.

Independente do que seja, os benefícios de realizar as consultas periódicas são enormes. Mesmo que seja apenas uma vez por semestre, como é indicado nos casos de uma boca saudável. Isso porque o papel do dentista, em muitos casos, está na prevenção.

Considerando que você já realize toda a higienização oral conforme o recomendado:

  • Escovar os dentes no mínimo três vezes ao dia, priorizando para serem realizadas após as principais refeições;
  • Usar o fio dental diariamente, para que todas as partículas de alimento sejam retiradas da boca;
  • Utilizar o enxaguante bucal conforme indicação do profissional.

A ida a um consultório odontológico podem se resumir aquelas duas anuais, nos casos em que a pessoa realiza todos os cuidados cotidianamente. Dessa forma, as consultas serão mais rápidas e simples, sendo necessárias apenas para manter a saúde bucal.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.