HO promove o projeto ‘Música na Praça’

Thianne Lira Quem disse que hospital não é lugar de música, dança e descontração? É assim que tem sido as tardes das quartas-feiras no Hospital do Oeste, desde que foi implantado o projeto Música na Praça. Contando com a participação de artistas locais, a iniciativa vem divertindo o público formado por pacientes, acompanhantes e colaboradores […]

Em 07/04 de 2015

Thianne Lira

01Quem disse que hospital não é lugar de música, dança e descontração? É assim que tem sido as tardes das quartas-feiras no Hospital do Oeste, desde que foi implantado o projeto Música na Praça. Contando com a participação de artistas locais, a iniciativa vem divertindo o público formado por pacientes, acompanhantes e colaboradores da unidade, administrada pelas Obras Sociais Irmã Dulce.

A ideia do projeto é transformar o ambiente hospitalar, levando momentos de descontração e entretenimento inclusive para pacientes acamados, como é o caso de Neura Lourenço, uma das frequentadoras que mais se diverte e até se arrisca em fazer alguns pedidos de músicas. “Toda quarta, ela já espera que nossa equipe a prepare para levá-la para assistir ao show. Ela adora!”, comentou Renata Lopes, coordenadora da clínica médica.

O palco simples montado na Praça Irmã Dulce, que fica na área interna do hospital, já revelou até talentos dentro da própria unidade, como é o caso da dupla “Elias e Josemir”, formada por dos auxiliares de serviços gerais que resolveram se juntar para participar do projeto. “Para nós é muito satisfatório poder transformar o lugar em que trabalhamos em um ambiente melhor”, ressaltou Elias Xavier dos santos.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.