Espanha: sobe o número de mortos e contagiados nas últimas 24 horas

Desde o começo da expansão do vírus, houve 27.321 falecidos no país

Em 14/05 de 2020

Sandra Cristina | Correspondente na Espanha

Os diagnosticados por PCR (a prova que mede a infecção ativa) e os falecimentos por covid-19 levam a um incremento desde segunda-feira passada, segundo os dados publicados hoje pelo Ministério da Saúde. Os novos casos nas últimas 24 horas chegam a 506, até um total de 229.540, um 0,22% mais que ontem. Esta cifra representa o 0,4% da população de Espanha, muito longe dos 5% com relação ao estudo de seroprevalência que divulgou ontem, o que quer dizer que para cada caso que se diagnosticou houve outros 12,5 que quedaram fora do reconto oficial. Isto implica porque as PCR’s estão sendo realizadas nesta fase I só em pessoas com sintomatologia mais grave que necessitam ser hospitalizadas a princípio, e depois, a profissionais da saúde e internados em abrigos para maiores ou seus cuidadores.

As mortes nas últimas 24 horas foram 217, 0,88% a mais que ontem. Desde o começo da expansão do vírus houve 27.321 falecidos, neste caso, existe menos risco de infrediagnóstoco – o habitual é que uma pessoa que falece esteja controlada por um serviço médico e que tenha sido diagnosticados, ainda que o ponto alto dessa pandemia, que hoje cumpre dois meses em estado de alarme, haviam pessoas que morriam em residências de maiores ou em suas casas sem ter sido diagnosticadas. Se toma a mortandade só em função da informação deste informe diário, esta seria quase 12%. Mais se leva em conta o total de positivos, de acordo com a pesquisa epidemiológica, se trata de 1,2%

O diretor do Centro de Coordenação de Alertas e Emergências Sanitárias, Fernando Simon, explicou hoje em roda de imprensa que o número de falecimentos foi alto devido que uma comunidade autônoma não havia comunicado um grande número de casos, mas que nem todos correspondem às últimas 24 horas. Ainda que não disse, no informe se vê que a Cataluña comunicou 131 mortes (60% do total), frente as 66 e 71 dos dias anteriores.

Simon voltou a referir-se ao aumento que se vê nos casos em geral e nos correspondentes as idades mais jovens e confirmou que existe uma melhor notificação e se sabe os detalhes como a idade em mais casos. Também se começa a notar no sistema que estão fazendo provas aos suspeitosos leves em muitos estados, que é um dos requisitos para estar na fase I.

Os outros parâmetros que se notificam diariamente são as hospitalizações e ocupações de camas em UTI’s, que melhoraram muito. OS internados em postos de saúde baixou de 412 a 330. O total é de 124.225, 0,27% mais que no dia anterior. Nas UTI’s entraram 29 pessoas.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.