Espanha registra o máximo diário com 849 mortos nas últimas 24 horas

Número de contagiados alcança os 94.417 dos quais 5.607 estão em UTI’s

Em 31/03 de 2020

Sandra Cristina | Correspondente na Espanha

Espanha alcançou um novo máximo de mortos por coronavírus, ao registrar 849 mortes nas últimas 24 horas e chega a um total de 8.189 falecidos. A cifra de contagiados alcança os 94.417 dos quais 5.607 estão em UTI’s.

A parte positiva do balanço destas horas é que o número de altas se aproxima dos 20 mil, sendo exatamente agora, 19.200.

Os últimos dados aportados pelo Ministério da Saúde mostra que em 24 horas há aumento em 9.222 o número de casos. Hoje, 200 militares estão contaminados e 4 faleceram.

A maior preocupação hoje está nas UTI’s, que somente nas últimas horas receberam mais de 300 pacientes graves e todos os hospitais de Madrid e Barcelona, onde os enfermos graves são em maior quantidade, já estão trabalhando no limite.

Outros Estados da Espanha já começam a receber cadáveres para serem incinerados, uma vez que os incineradores de Madrid e Barcelona não conseguem acompanhar o ritmo de trabalho frente às mortes diárias.

O Governo e trabalhadores na saúde seguem pedindo encarecidamente para que todos fiquem em suas casas, salvo as exceções já anunciadas. E para “ajudar” esse confinamento, em várias cidades da Espanha, caiu neve toda a noite e continua agora pela manhã, o que, por causa do frio, todos ficam em casa. Isso em plena primavera e com o novo horário de verão.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.