Espanha reduz a 674 a cifra de mortos nas últimas 24 horas e confirma a diminuição da epidemia

É o terceiro dia consecutivo com uma redução no número de mortos por coronavírus no país

Em 05/04 de 2020

Sandra Cristina | Correspondente na Espanha

Espanha cumpre neste domingo três semanas de confinamento com um balanço de 12.418 pessoas falecidas com coronavírus depois de se confirmar nas últimas 24 horas a morte de 674 contaminados, a cifra mais baixa desde o passado 26 de Março. Dessa forma, a tendência segue a baixar e é o terceiro dia consecutivo com uma redução em número de mortos, que alcançou seu pico na última quinta-feira (2 de Abril) com 950 mortos.

Espanha é o segundo país em número de casos: 130.759 contagiados, só estando atrás dos Estados Unidos. Os curados são já 38.080, o 29,1% do total.

O coronavírus segue desde o começo da crise afetando os trabalhadores sanitários, licenças por contaminação, isolamentos domiciliar e internações em hospitais, estão sendo uma constante. Hoje, domingo (05), morreu um médico de 61 anos que trabalhava na unidade de atenção domiciliar. Com esta morte já são 9 médicos, uma enfermeira, uma técnica em cuidados auxiliares e 8 farmacêuticos. Entre os sanitários contagiados, já somam 3.103 somente em Madrid. O Sindicato e trabalhadores do setor creem que este número esteja muito abaixo da realidade divulgada.

O Presidente Pedro Sanchez, que ontem anunciou uma nova prorrogação do estado de alerta até o dia 26 de Abril, pediu para os governadores e prefeitos dos estados e cidades uma lista de alojamentos tanto públicos como privados disponíveis para isolar os contagiados sem sintomas durante essa descida do número de contagiados e falecidos.

Por outra parte, a Polícia Nacional está alertando sobre as “FAKE NEWS”, são as notícias falsas através de internet que estão informando de maneira errônea sobre o coronavírus com a intenção de confundir, roubar ou iludir a população. As unidades especializadas rastreiam as redes diariamente e interceptam milhares de informações falsas que já somam um milhão e meio de falsas notícias. O comandante da Polícia Nacional pede para que as pessoas que estão buscando notícias via internet, que busquem em webs oficiais e se for necessário, chamar aos telefones que foram colocados à disposição dos habitantes.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.