Espanha hoje: 10.348 mortos e mais de 112 mil contagiados

O novo coronavírus (Covid – 19) já deixa 112.065 casos de contágio na Espanha, 64.974 ativos, 10.348 mortos e 26.743 pacientes recuperados, segundo os dados do Ministério da Saúde

Em 03/04 de 2020

Sandra Cristina | Correspondente na Espanha

Espanha já alcança seu máximo histórico de mortes com coronavírus em um dia 950; e a rápida propagação de casos no mês de março há levado ao Congresso a aceitar a prorrogação do estado de alarme até 11 de Abril, solicitada pelo governo, um mecanismo que foi ativado pela segunda vez em democracia.

Hoje são 26.743 pessoas recuperadas. Os casos se acumulam sobre tudo em Madrid (32.155) e Catalunha (21.804).

Por outro lado, os aterrorizantes dados de empregos do mês de março que chegam a 3,5 milhões de desempregados, é manchete em quase todos os jornais de Espanha.

O coronavírus deixa os piores números históricos em somente um mês. O número de parados voltou a superar 3,5 milhões e a inflação se afunda. O número de desempregados aumentou 302.265 e volta a superar os 3,5 milhões (em concreto 3.548.312, a cifra mais alta desde abril de 2017), mas o que se torna mais grave, sem dúvida nenhuma é que o INSS que literalmente está no fundo do poço. O saldo do último dia do instituto foi de uma perda de 833.979 contribuintes.

O estado de alarme destruiu 900 mil empregos em somente 14 dias e ainda se está na expectativa de que se o governo vai decidir em ampliar o estado de alarme por mais 15 dias em função de “critério técnico”.

E segue hoje com a grande notícia, já divulgada pelo FALABARREIRAS ontem, que Espanha pode ser o primeiro país a desenvolver a vacina contra a Covid – 19. A vacina está sendo trabalhada encima de plasma de pacientes totalmente curados. De acordo com informações dos hematólogos, é o procedimento mais avançado do mundo até o momento. Já começou a ser testada ontem à tarde e os resultados poderão ser divulgados ainda este mês.

E para finalizar, a SEAT, fabricante de automóveis na Espanha está fabricando com os motores de para-brisa, respiradores diante da falta desse equipamento nos hospitais.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.