4 dicas diárias para manter sua saúde bucal

Estar com um sorriso bonito significa também ter uma boca saudável, sem dores e livres de doenças

Em 26/09 de 2019

Atualmente, a grande preocupação tem sido em como ter um sorriso bonito. Afinal, isso impacta diretamente na forma que as pessoas nos veem, assim como nas relações que formamos. Principalmente, quando isso afeta a maneira que nós nos relacionamos com o mundo

Sendo assim, é importante pensar que cuidar dessas questões tem muito mais relação com a saúde de maneira geral, do que apenas uma questão estética. Estar com um sorriso bonito significa também ter uma boca saudável, sem dores e livres de doenças.

A seguir, confira algumas dicas sobre como manter a sua saúde bucal.

1 – Escove os dentes da maneira correta
Você sabia que existe uma maneira correta de escovar os dentes? Frequentemente, mesmo realizando a escovação na quantidade de vezes indicada, ela não está sendo eficiente por conta do jeito que você escova?

O ideal é que um especialista do plano odontológico avalie a maneira que você escova e te dê dicas sobre os aspectos que poderiam melhorar ou como realizar a escovação de uma forma mais eficiente, principalmente para as especificações de cada um.

Entretanto, há alguns cuidados que são básicos para todos. O mais importante é não realizar a escovação com pressa. O ideal é gastar cerca de dois minutos, no mínimo, ao escovar os dentes.

Dessa forma, o ideal é separar a boca em quatro partes:

  • Inferior esquerdo;
  • Inferior direito;
  • Superior esquerdo;
  • Superior direito.

É importante gastar cerca de trinta segundos em cada parte e escovando todas as superfícies dos dentes, para que a higienização oral seja bem feita. Da mesma forma, é essencial o uso do fio dental em todos os dentes pelo menos uma vez por dia, para garantir que todos os restos de alimentos vão ser retirados da boca.

Assegure também a escovação da língua, pois além de ser possível conter algumas partículas de alimento nas papilas, também é a maneira ideal de evitar odores e o mau hálito.

2 – Escolha os produtos certos
Todos os produtos devem ser escolhidos de acordo com as especificações da sua boca, como também da idade. Uma criança não deve usar os mesmos produtos que os adultos, pois as necessidades bucais são diferentes. É interessante procurar indicações com o dentista do plano odontológico, para que as escolhas sejam as ideais para você.

Para os adultos, é importante que tenha uma escova de dentes com cerdas macias ou ultra macias, uma vez que as com cerdas duras ou médias podem causar o desgaste do esmalte dentário conforme uma escovação com mais força for realizada. Além disso, o tamanho da cabeça deve ser o ideal para que caiba em sua boca, alcançando todos os dentes.

Em relação ao creme dental, é importante que ele seja com flúor, pois é essencial para evitar cáries, estando diretamente associado a saúde dos dentes e ossos. O papel do flúor na proteção dos dentes é essencial, uma vez que reverte o processo de desmineralização causado pela cárie.

Ainda assim, para cada idade é definido uma quantidade ideal de flúor, uma vez que para as crianças menores com uma idade média de sete anos, não é indicado pelos dentistas do plano odontológico por conta de alguns problemas que podem surgir em sua ingestão, como a fluorose.

O enxaguante bucal deve ser utilizado com indicação do dentista, pois ele não é eficiente em todos os casos. É usado, principalmente, por pessoas com indicação clínica de doenças gengivais, como a gengivite e a periodontite.

3 – Tenha uma alimentação balanceada
A alimentação influencia diretamente na saúde de sua boca. Isso não significa que você deve parar de comer certos alimentos, apenas que é essencial não consumir em excesso. Certifique-se com o seu dentista do plano odontológico, assim como o seu nutricionista sobre a melhor dieta para manter sua boca saudável.

O grande vilão de uma boca saudável é o açúcar, principalmente para as crianças, mas é algo que prejudica durante toda a vida. Isso porque as bactérias existentes na boca ingerem os restos dos alimentos, mas principalmente alimentos que possuem um índice alto de açúcares. Isso faz com que produzam ácidos capazes de dissolver o esmalte dos dentes, causando a cárie.

O efeito é o mesmo com os carboidratos que possuem amido, uma vez que as suas moléculas ao se quebrarem, também transformam-se em açúcar. Por esse motivo, o ideal é comer carboidrato apenas nas refeições principais, considerando que a escovação será realizada em seguida.

Os alimentos ricos em cálcio, assim como uma dieta baseada em frutas, vegetais e grãos integrais fornecem os nutrientes essenciais para se manter a saúde bucal. Além disso, alimentos fibrosos como maçãs e peras, atuam ativamente na limpeza dos dentes, conforme o atrito ocorre entre o alimento e o dente no momento da mastigação.

4 – Beba água
Poucas pessoas sabem, mas a saliva tem um papel essencial em manter uma boca saudável. Ela lubrifica os alimentos, de maneira que sejam dissolvidos durante a mastigação, atuando diretamente na digestão.

Além disso, a saliva é fundamental para a proteção da boca contra as bactérias existentes. Isso porque as proteínas e minerais presentes na saliva fortalecem os dentes, protegem o seu esmalte e também neutraliza os ácidos produzidos pelas bactérias, evitando a cárie e doenças gengivais.

Da mesma forma, a boca seca é um ambiente propício para a proliferação das bactérias, sendo um dos maiores motivos para o mau odor bucal.

Por esses motivos, assim como já é a indicação de diversos profissionais da saúde, o ideal é ingerir ao menos dois litros de água por dia, para garantir a proteção de sua boca, da mesma forma que auxilia na mastigação e digestão de alimentos.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.