Centro Histórico de Barreiras é palco de peça teatral ao ar livre

Espetáculo “Cápsula do Tempo” encanta e surpreende com performances teatrais

Em 07/10 de 2019

Informações e fotos Dircom Barreiras

Um grande espaço cênico ao ar livre e a magia dos casarões do Centro Histórico para contar e recontar como Barreiras foi construída pelas mãos de grandes personalidades históricas e famílias tradicionais, tudo isso aconteceu na tarde da sexta-feira (04).

A Praça Amphilóphio Lopes, que abraça a Igreja Santa Terezinha, foi o ponto de partida do espetáculo teatral “Cápsula do Tempo”, realizado pela Escola Municipal de Teatro e Dança. Os alunos levaram seus expectadores por um passeio pelo Cais da Rua Humaitá até o Coreto, da Praça Duque de Caxias, antigo ponto de encontro dos primeiros moradores da cidade.

O ato teatral faz parte do trabalho de encerramento do 2º trimestre das turmas de teatro, acompanhadas pelo professor Osmar Mendes Júnior e coordenação de Carmen Diana. Mais de 30 atores dentre crianças, jovens e adultos, foram englobados nessa trajetória de multiculturalidade e se transformaram em personagens reais, como coronel Caparrosa, o governador e engenheiro Antônio Geraldo Rocha, professora Guiomar Porto, Iazinha Pamplona, professor Joaquim Neto, índios Kiriris, lavadeiras, romeiros, moradores de rua como Gasolina, Tonha e Badú, que se intitulava o proprietário do Banco do Brasil.

A plateia formada por moradores, estudantes do 9º ano do Colégio Municipal Costa Borges, acadêmicos da UFOB e visitantes, acompanhavam passo a passo, atentos a cada diálogo e reconhecimento dos personagens, que saiam dos casarões antigos e praças, arrancando gargalhadas e despertando o senso crítico do público.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.