Volta ao passado, alegria, reencontros e muita música marcam os dois primeiros dias do Barreiras Folia

Osmar Ribeiro | Fotos: Osmar Ribeiro/Paulo Henrique/Dircom Na sexta-feira (09), na Praça Landulfo Alves, Armandinho Macedo trouxe de volta a memória adormecida de muitos barreirenses e turistas. Amigos que há muito não se viam, puderam se abraçar e matar a saudade de antigos carnavais. Armandinho fez o povo cantar antigas músicas de carnavais passados como […]

Em 11/02 de 2018

Osmar Ribeiro | Fotos: Osmar Ribeiro/Paulo Henrique/Dircom

Na sexta-feira (09), na Praça Landulfo Alves, Armandinho Macedo trouxe de volta a memória adormecida de muitos barreirenses e turistas. Amigos que há muito não se viam, puderam se abraçar e matar a saudade de antigos carnavais. Armandinho fez o povo cantar antigas músicas de carnavais passados como “Vida Boa”, “Beleza Pura”, “Bolero de Ravel”, “Bloco do Prazer” dentre vários outros sucessos, emocionando pessoas que há muito não se viam.

Ainda na primeira noite, no circuito Aguinaldo Pereira, a banda Bandana, contagiou a galera cantando os sucessos de Chiclete com Banana e Asa de Águia. Jau levantou o público na avenida com sucessos como “Vixe Mainha”, “Café com Pão”, “Já É. O cantor Zé Paulo, levantou a massa com uma energia contagiante cantando sucessos como “Rala o Pinto”, “Dança do Xenhenhem”, “Louco de Amor”, “Todo Verão”, entre outros grandes sucesso de sua carreira marcada pela longa passagem pelo Olodum.

As bandas locais também fizeram bonito mostrando o potencial artístico e musical dos artistas da terra. Markinhos Bahia, Banda Imenso Prazer, Jefferson Fernandes, Hítalo Silva e Os Bocas, agradaram a massa e levantou a galera.

Os blocos Allanbick com a cantora Solange Almeida (ex-Aviões) e o Gato com a banda La Fúria, trouxeram o colorido e animação para a avenida.

No sábado, Daniela Mercury comandou pela primeira vez um trio elétrico em Barreiras. “Fiquei muito feliz de vir aqui dividir essa alegria com vocês, são 25 anos do sucesso Canto da Cidade, 35 anos cantando, 20 anos de pipoca em Salvador, e o Banzeiro, que tem sido considerada pelos meus colegas a música do Carnaval 2018. Agora vou ter a honra de atravessar esse circuito cantando as minhas canções, trouxe meu coração inteiro, meus bailarinos, a minha banda e a minha energia”, disse Daniela antes de descer a avenida.

Tuca Fernandes cantou os sucessos do Jammil e músicas que aceleram o coração dos foliões. Nos blocos oficiais, a Turma da Bregadeira, no Bloco do Gato, o grupo Cultura Popular, no Mordomia, o sertanejo Felipe Araújo, no Pilek, e Kit Ilusão, no Bloco Kimarrei, fizeram bonito no circuito Aguinaldo Pereira.

No circuito Zé de Hermes, foliões fizeram a festa ao som das antigas marchinhas nos blocos tradicionais como Caisauê, da Rôla, Nega Maluca e o infantil Happy Kids.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.