Título do Campeonato da Amizade fica com o Mucambo de Baixo

A competição foi organizada por Gauchinho e contou com o apoio de Ivone Catula e Pila da Mutamba A tarde do domingo (24) foi movimentada para esportistas e a comunidade de Mucambo, na zona rural de Barreiras. Num dia com clima típico de decisão e um jogo cheio de emoção, o time do Mucambo de […]

Em 25/02 de 2019

A competição foi organizada por Gauchinho e contou com o apoio de Ivone Catula e Pila da Mutamba

A tarde do domingo (24) foi movimentada para esportistas e a comunidade de Mucambo, na zona rural de Barreiras. Num dia com clima típico de decisão e um jogo cheio de emoção, o time do Mucambo de Baixo, sagrou-se campeão do Campeonato da Amizade de futebol amador após vencer a equipe do São José pelo placar de 2 x 1.

Dificuldades e sonhos: A realidade do futebol amador
O futebol amador é símbolo de paixão, vibração e motivo de muita alegria e orgulho nas comunidades, envolvendo famílias e amigos. Mas apesar do esforço para organizar a competição e a dedicação dos clubes nos jogos em que disputam, eles ainda sofrem com a falta de recursos e apoio expressivos. Porém, mesmo assim não medem esforços para que a competição se realize, se sacrificando mesmo sabendo que não terão um retorno financeiro.

Segundo Gauchinho, organizador da competição, apesar de toda sua importância para a comunidade, as equipes do futebol amador, em sua maioria, passa por muitas dificuldades com a falta de apoio do poder público tendo que se valer da captação de patrocínio, nem sempre com sucesso, ou então, fazer a tradicional “vaquinha” entre o grupo e a própria comunidade.

Apesar de todas as dificuldades, o futebol amador luta bravamente para se manter e alimentar a paixão de centenas de torcedores das comunidades, que se distraem e estreitam laços de amizade.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.