Sindisemb cobra mais responsabilidade para educação municipal

Ascom Sindsemb Teve início na última segunda-feira, 02, o ano letivo das escolas municipais de Barreiras, mas por falta de planejamento da secretaria municipal de educação, o início das atividades não se concretizou para muitos alunos. Em função da falta de planejamento, muitos alunos estão sendo obrigados a irem embora antes do horário, pois não […]

Em 04/03 de 2015

Ascom Sindsemb

Foto: Ascom Sindsemb

Foto: Ascom Sindsemb

Teve início na última segunda-feira, 02, o ano letivo das escolas municipais de Barreiras, mas por falta de planejamento da secretaria municipal de educação, o início das atividades não se concretizou para muitos alunos.

Em função da falta de planejamento, muitos alunos estão sendo obrigados a irem embora antes do horário, pois não tem lugares para sentar. Com objetivo de tentar minimizar o problema, foram alugadas cadeiras plásticas (cadeiras de bares) e sem braços.

Além da falta de carteiras, muitas escolas estão com as estruturas ruins, com banheiros sem portas, piso e paredes danificados. Toda esta situação pode deixar dezenas de alunos com futuro incerto, pois os 200 dias letivos poderão ficar comprometidos.

A situação de calamidade que se encontra a educação municipal esta colocando em risco a integridade física dos servidores, uma vez que muitas escolas estão com a estrutura física desmoronando. Com todas as mazelas da educação, o futuro para os nossos jovens estudantes está ficando incerto, pois o governo que não prioriza a educação, responde pelo alto índice de violência existente hoje em nosso município.

Diante de toda a situação, o Sindicato do Servidores Municipais de Barreiras (Sindsemb), esta buscando junto ao Ministério Público, solução imediata para os problemas graves existentes na educação municipal.

Fotos: Ascom Sindsemb

Fotos: Ascom Sindsemb

Fotos: Ascom Sindsemb

Fotos: Ascom Sindsemb

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.