Servidores invadem reunião e pressionam Zito a apresentar uma proposta de reajuste; prefeito pede prazo

Osmar Ribeiro* Servidores reivindicam reajuste salarial em reunião improvisada e prefeito Zito solicita prazo esticado Insatisfeitos com a notificação de cancelamento da reunião pré-agendada para quinta-feira (20), acordada em assembleia, os servidores de todas as categorias estiveram na Casa da Cultura para dialogar com o prefeito Zito Barbosa, que estava reunindo com os gestores da […]

Em 22/04 de 2017

Osmar Ribeiro*

Servidores reivindicam reajuste salarial em reunião improvisada e prefeito Zito solicita prazo esticado

Zito Barbosa não teve saída e acabou ouvindo os servidores | Foto: Sindsemb

Insatisfeitos com a notificação de cancelamento da reunião pré-agendada para quinta-feira (20), acordada em assembleia, os servidores de todas as categorias estiveram na Casa da Cultura para dialogar com o prefeito Zito Barbosa, que estava reunindo com os gestores da educação e foi pego de surpresa.

Sem saída e ao ser interrompido em seu encontro com os diretores, o prefeito Zito acabou atendendo a solicitação de diálogo com os servidores e os presidentes do Sindsemb, Sinprofe e Sindi-Acs. Mesmo descontentes, os servidores solicitaram atenção do gestor na condução das negociações do reajuste salarial e data base.

Servidores se viram obrigados a invadir reunião do prefeito para serem ouvidos | Foto: Sindsemb

O prefeito Zito ouviu as reivindicações, e solicitou o prazo de 20 dias para apresentar uma proposta de reajuste que será com efeito retroativo à data base. Ao final, servidores e representantes de sindicatos aprovaram a pauta de aguardar o posicionamento do governo municipal até o dia 10 de maio, quando se espera que seja cumprida a promessa e seja apresentada a proposta na mesa de negociação.

Após terem reunião cancelada com prefeito, servidores agiram estrategicamente e surpreenderam o prefeito | Foto: Sindsemb

* Com informações do Sindsemb

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.