Semana de Cultura e Arte de Paratinga

Ely Pacheco | Fotos: Zé Legal Realizada entre os dias 3 e 13 de Junho, a Semana de Cultura e Arte de Paratinga Reuniu na Praça 2 de Julho, artistas das mais variadas vertentes, mesclando o antigo e o moderno, o folclore e novo rock, a escultura e o samba de roda, a umbanda e […]

Em 20/06 de 2016

Ely Pacheco | Fotos: Zé Legal

Flávio Venturini, dono de grandes sucesos em sua carreira

Flavio Venturini, dono de grandes sucessos em sua carreira

Realizada entre os dias 3 e 13 de Junho, a Semana de Cultura e Arte de Paratinga Reuniu na Praça 2 de Julho, artistas das mais variadas vertentes, mesclando o antigo e o moderno, o folclore e novo rock, a escultura e o samba de roda, a umbanda e a MPB. Foram 11 noites memoráveis onde os paratinguenses e visitantes puderam conhecer de perto sua própria história, sua cultura de raiz, sua arte contemporânea através das apresentações, das mostras e da exibição dos talentos em todas as áreas da arte. Convidados especiais também se fizeram presentes. Artistas do cenário regional e nacional mostraram o seu trabalho nestes dias que certamente ficarão na história dos eventos culturais do município.

De iniciativa da Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial e com apoio da gestão municipal, a Semana foi aberta no dia 3 com a apresentação da Filarmônica 13 de Junho, que encanta os paratinguenses desde 1902 quando foi fundada. Na mesma noite se apresentou o Grupo de Zabumba e Cantadores da Cabaceira, localidade da zona rural. Os artistas locais João Pereira e Dizão fizeram show musical, mesclando ritmos afro e popular. No sábado dia 4, o sanfoneiro Antônio Coqueiro animou os feirantes e transeuntes com o Projeto “Forró de Feira”. Sanfona, zabumba e triângulo num ritmo bem nordestino nas manhãs dos dias 3 e 10 de Junho. À noite na praça, encontro de cultura popular com os cantadores das localidades de Nova União, Patos e Brejo das Moças. Os shows musicais ficaram a cargo de Cléber Eduão, Ivan Carinhanha e Evandro Correia. O domingo (5) trouxe para a praça um fragmento do folclore paratingeunse, com a apresentação da Roda de Samba e Roda de São Gonçalo com as dançadeiras do bairro São João. Os shows musicais foram de Danilo Borges e Lucas Vaz, artistas da terra. Do dia 6 ao dia 10, foram realizadas oficinas de teatro, artes, leitura e reciclagem com os monitores Danilo Borges, Eduardo de Sá, Bel Catingueira e Carlos Santana. Foram exibidos também documentários e curtas-metragens como “Do Buriti à Pintada” de Reizinho; “Mapeamento das Manifestações Culturais de Paratinga” e “Coisas de Paratinga” de Clédison Leite e “Grão de Arroz” de Som Araújo. Na quarta dia 8, a praça 2 de Julho viveu um momento sublime com o Sarau de Poesias. Participaram crianças, adolescentes e jovens alunos das escolas da rede pública municipal e estadual.

Semana-de-Cultura-e-Arte-de-Paratinga-02

No dia 9, o Grupo Cultural da localidade do Agreste veio para mostrar o seu talento de cantadores e repentistas. Outro fragmento do folclore paratinguense que se apresentou nesta noite foi o Reis do Boi. O show musical ficou a cargo do versátil Wilson Aragão. A sexta feira dia 10, trouxe uma das mais belas apresentações. No encontro de religiões de matriz africana, oito grupos dos terreiros de candomblé mostraram sua fé e sua tradição. O colorido das roupas, o ritmo dos tambores e a evolução dos componentes arrancou aplausos da multidão. Os shows musicais foram de: Dom Cabana, Grupo de Choro Paratinga e Cátia Castro. O sábado dia 11 trouxe novamente o folclore para praça; grupos culturais da Volta da Serra, Mangal e Santo Onofre apresentaram uma das mais antigas manifestações musicais do nordeste: a “chula” foi mostrada ao público cuja maioria nem sabia da sua existência. Os shows musicais foram de Aírton Guitarrista (blues e jazz), Fernando Tourinho e Álisson Menezes. No dia 12 o folclore paratinguense voltou com a apresentação do Zabumba Alecrim e do grupo de capoeira Menino Negro. Os shows musicais com Jozias Lauro e a grande atração da Semana: o cantor mineiro, fundador do Clube da Esquina Flavio Venturini arrancou aplausos da multidão que lotou a Praça 2 de Julho. No dia 13, se apresentou o Grupo Cultural da Marujada e encerrando os shows musicais o sempre versátil Carlos Vilela. O articulador cultural e artista da terra João Pereira proferiu durante a semana, palestras com os temas: Economia Criativa, Cultura e Cidadania e Conselho de Cultura. Há que se destacar a participação dos membros de Associações de Pequenos Produtores Rurais das localidades de Ponte, Seriema, Barro, Carrapicho Teiú e outras que trouxeram seus produtos e expuseram à comercialização, com grande afluência de compradores. Culinária, artesanato, cachaça artesanal, bordados, camisetas estampadas e esculturas estavam à disposição nos stands.

Semana-de-Cultura-e-Arte-de-Paratinga-03

A Semana de Cultura e Arte de Paratinga atingiu seus objetivos. Mostrar os valores da terra, despertar talentos em todas as áreas e criar um ambiente propício à frequência de um público que cada vez mais vê seu espaço reduzido nos eventos realizados seja pela iniciativa privada ou pública. A aprovação foi unânime dos visitantes e dos nativos que durante 11 noites estiveram na Praça 2 de Julho, levando seus filhos, suas famílias num ambiente aconchegante, de paz e de harmonia. A Prefeitura Municipal com recursos próprios patrocinou os eventos desta Semana memorável. A cultura agradece.

3 comentários

Ivan Fonseca
Comentou em 05/07/16

Boa tarde, sou o guitarrista que tocou com Flávio Venturini ai na semana da cultura. Quero saber como eu consigo as fotos do show. Obrigado

isabela bertunes
Comentou em 29/05/17

eu amei esses comentarios sobre nossas semanas culturais de paratinga ba-

isabela bertunes
Comentou em 29/05/17

lindoh esses comentarios dos dias semanais de paratinga

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.