Saneamento básico é tema de palestras para estudantes de Barreiras

Ascom Embasa A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) promoveu, na última terça-feira (20), uma série de palestras educativas sobre saneamento básico com foco nos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário prestados em Barreiras. Foram realizados cinco encontros com nove turmas totalizando a participação de 630 estudantes de ensino fundamental do […]

Em 24/09 de 2016

Ascom Embasa

Palestra no Centro Educacional Tarcilo Vieira de Melo | Foto: Ascom Embasa

Palestra no Centro Educacional Tarcilo Vieira de Melo | Foto: Ascom Embasa

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) promoveu, na última terça-feira (20), uma série de palestras educativas sobre saneamento básico com foco nos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário prestados em Barreiras. Foram realizados cinco encontros com nove turmas totalizando a participação de 630 estudantes de ensino fundamental do Centro Educacional Tarsilo Vieira de Melo, localizado no bairro São Pedro, em Barreiras. Eles puderam aprender sobre os processos de captação, tratamento, reservação e distribuição de água e sobre a coleta, transporte, tratamento e destinação adequada dos esgotos domésticos. No final das atividades, foi organizado um jogo de perguntas e respostas com direito a entrega de brindes e distribuição de material educativo sobre consumo racional de água e orientações para conservação da rede de esgoto.

Para a coordenadora do Centro Educacional, Deusiris Fonseca, a palestra aproximou os estudantes do tema saneamento básico, cujos conteúdos relacionados também foram inseridos no projeto pedagógico da escola. “Estávamos abordando o consumo racional de água e a palestra reforçou os conteúdos ministrados em sala de aula, disponibilizando, aos estudantes, informações sobre a importância do serviço de esgoto para o meio ambiente”, observou a professora. Na oportunidade, a assistente social da Embasa Geisa Mendes explicou como funciona o sistema de esgotamento sanitário de Barreiras, que atualmente atende 44% da sede do município. “Quando a rede de esgotamento sanitário é corretamente utilizada, evita-se extravasamentos, que causam desconforto às pessoas. Deve ser levada para a rede de esgoto somente a água servida do sanitário, pias do banheiro, chuveiro, cozinha e lavanderia. Água de chuva e lixo não devem parar na rede de esgoto”, alertou a assistente social. Ela também abordou a legalidade da cobrança de tarifa, no valor de 80% da conta mensal de água.

O município de Barreiras conta atualmente com um moderno sistema de esgotamento sanitário, que beneficia 22,8 mil famílias de 31 bairros com o serviço. O efluente tratado pelo sistema retorna ao rio Grande sem risco de contaminação do manancial. Com o serviço de abastecimento de água, a Embasa atende 51,4 mil imóveis na sede e na zona rural de Barreiras.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.