Romance aborda as aflições dos amores perdidos

Joyce Nogueira Vencedor do Prêmio Jabuti, Chico Lopes reflete em novo livro sobre solidão, desejos reprimidos, machismo e sufocamento emocional Como representar numa mesma pessoa sentimentos tão contrastantes, como, por exemplo, amor e ódio, atração e repulsa, o real e o imaginário, o bem e o mal? Essa é a grande façanha que o escritor […]

Em 14/08 de 2016

Joyce Nogueira

Vencedor do Prêmio Jabuti, Chico Lopes reflete em novo livro sobre solidão, desejos reprimidos, machismo e sufocamento emocional

corpos-furtivos-01Como representar numa mesma pessoa sentimentos tão contrastantes, como, por exemplo, amor e ódio, atração e repulsa, o real e o imaginário, o bem e o mal? Essa é a grande façanha que o escritor Chico Lopes alcança com Eunice, personagem principal de seu novo livro. Editado pela Penalux, “Corpos Furtivos” é um romance contemporâneo que mostra a ambiguidade e as incertezas da vida.

A obra conta a história de uma mulher solitária de cinquenta anos, sem marido ou filhos. Após ser sufocada pela irmã puritana, ela se aventura pelas ruas de sua cidade – antes pequena, mas agora com mais de cem mil habitantes, com vários desconhecidos – à procura de um homem desconhecido que a atraiu, deixando-lhe como rastro apenas o cheiro.

Sobre a personagem
Para a escritora Silvana Guimarães, responsável pelo prefácio, Eunice guarda em si todas as dores, aflições, mazelas e ansiedades que costumam afligir as mulheres dedicadas aos amores perdidos.

– Pelas mãos masculinas do autor e pelos olhos femininos da personagem central, revela-se o monstro do machismo, na vida de uma pequena cidade do interior, onde até as aparências condenam. Tudo isso apresentado de forma arrebatadora e minuciosa. Seu nível apurado de detalhes se assemelha a uma imagem projetada por uma câmera cinematográfica – relata.

Segundo os editores Tonho França e Wilson Gorj, o livro pretende passar a sensação sufocante da vida de uma mulher de meia idade, em meio a uma aventura desesperada, ainda que aparentemente cotidiana, de recuperar seus desejos perdidos. Porém, tudo isso em meio ao caos do crescimento de uma cidade do interior repleta de novos rostos.

Estilo literário
França e Gorj explicam ainda que a literatura de Chico Lopes é de grande peso dentro do cenário editorial nacional, devido sua sofisticação, conhecimento e competência. Os livros do autor, incluindo Corpos Furtivos, são de imensa qualidade literária, de boas tramas e reflexões doloridas e, “ao mesmo tempo, sensíveis, de personagens que crescem dentro de um universo metropolitano”.

Sobre o autor
Chico Lopes é escritor, tradutor e poeta. Foi vencedor do Prêmio Jabuti de 2012 com o romance O estranho no corredor, prêmio do qual já foi um dos jurados na edição passada (2015). Tem quatro livros publicados pela Penalux.

O livro “Corpos Furtivos” de Chico Lopes está à venda por R$ 38,00 (trinta e oito reais). Clique aqui e compre o seu.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.