Retomado o trabalho de recuperação de estradas do oeste

Rassana Milcent | Ascom Aiba Após o fim do período de chuva no oeste da Bahia, as obras de recuperação emergencial das rodovias estaduais e vicinais da região foram retomadas. As máquinas já estão trabalhando e novos trechos foram incluídos no plano de trabalho. Na BA-463, que liga o município de São Desidério à BR-020, […]

Em 17/06 de 2015

Rassana Milcent | Ascom Aiba

retomado-01Após o fim do período de chuva no oeste da Bahia, as obras de recuperação emergencial das rodovias estaduais e vicinais da região foram retomadas. As máquinas já estão trabalhando e novos trechos foram incluídos no plano de trabalho.

Na BA-463, que liga o município de São Desidério à BR-020, está sendo realizada a operação tapa-buraco ao longo dos 124 km da estrada. O mesmo trabalho acontece em 52 km da BA-460, que liga a BR-242 à divisa com o Tocantins. Já no Anel da Soja, as máquinas trabalham para recuperar 40 km do trecho final desta rodovia, próximo da localidade de Placas.

O trabalho de recuperação das rodovias do oeste da Bahia vem sendo articulado pela Aiba através da mobilização de seus produtores associados, que fazem o transporte do material que será utilizado; das prefeituras, que disponibilizam funcionários e máquinas para a realização do serviço e do governo do Estado que fornece a massa asfáltica. Este trabalho beneficia a toda a região, à medida que facilita o escoamento da safra, gerando emprego e renda; além disso traz conforto a população local que pode se deslocar com mais segurança e rapidez.

NOVO TRECHO
Durante a cerimônia de abertura da Bahia Farm Show 2015, o governador Rui Costa anunciou que já foi assinada a ordem de serviço para a recuperação da rodovia BA-255, que liga Formosa do Rio Preto à Coaceral. “Já foi publicada a ordem de serviço para os 75 quilômetros desta estrada onde faremos um investimento de R$ 13 milhões de reais. Estão em andamento a recuperação e a pavimentação dessa estrada”, disse o governador.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.