Real mantém invencibilidade no Campeonato Paratinguense

Ely Pacheco | Nova Fronteira A equipe do Real Esporte Clube manteve a invencibilidade no campeonato paratinguense 2015, ao vencer neste sábado, 11, o Paratinga pelo placar de 1 a 0 com gol aos 45 minutos do primeiro tempo feito pelo camisa 7, Tinha. Depois da goleada sobre o Santo Antônio por 10 a 0 […]

Em 14/04 de 2015

Ely Pacheco | Nova Fronteira

Foto: Geraldo Rosa

Foto: Geraldo Rosa

A equipe do Real Esporte Clube manteve a invencibilidade no campeonato paratinguense 2015, ao vencer neste sábado, 11, o Paratinga pelo placar de 1 a 0 com gol aos 45 minutos do primeiro tempo feito pelo camisa 7, Tinha. Depois da goleada sobre o Santo Antônio por 10 a 0 e dos 3 a 0 aplicados no Barreiro Grande, o Real encontrou dificuldades para vencer o Paratinga que vinha de três vitórias consecutivas e que apesar de não contar no seu elenco com estrelas do futebol paratinguense, tem um dos melhores conjuntos do campeonato e é uma das equipes que mais praticam treinamento.

A partida foi bastante disputada com chances de gol de lado a lado. O chute de Tinha de fora da grande área no final do primeiro tempo, ainda desviou num zagueiro e enganou o bom goleiro Luís Carlos. O segundo tempo foi ainda mais equilibrado e no final o Paratinga perdeu sua invencibilidade, permanecendo com 9 pontos ganhos.

Ainda no sábado, na preliminar, Cruzeiro e Torino fizeram uma partida de baixo nível técnico e o resultado não poderia ser outro. Zero a zero com a equipe do Cruzeiro que buscava sua primeira vitória, desperdiçando uma cobrança de pênalti aos 35 minutos do segundo tempo através do camisa 21 Luquinha, na bela defesa do goleiro Igor. Destaque para o veterano zagueiro Gil Neto do Torino que já serviu à seleção paratinguense e continua em forma, segurando as investidas do ataque cruzeirense.

Fotos: Geraldo Rosa

Fotos: Geraldo Rosa

No domingo, 12, a torcida do Palmeiras mais uma vez lotou as arquibancadas para empurrar sua equipe contra o forte Cascavel. Num jogo disputadíssimo com jogadas ríspidas e truncadas, o Cascavel trouxe o reforço de Deicinho que atua no futebol de Bom Jesus da Lapa e ele mesmo abriu o placar aos 35 minutos do primeiro tempo, aproveitando a falha coletiva da zaga palmeirense e do jovem goleiro Elielton. O árbitro Ivonaldo Farias teve muito trabalho para conter os ânimos mais exaltados de atletas e dirigentes com xingamentos e até alguns sopapos trocados que resultaram em cartões amarelos que poderiam ter sido vermelhos. O placar de 1 a 0 para o Cascavel perdurou até os 31 minutos do segundo tempo, quando o camisa 9 Boré arrancou pela direita e fulminou as redes do goleiro Ninho, decretando o empate para delírio da massa palmeirense. Xande, técnico do , antes exaltado no banco de reservas com o resultado adverso, estava mais tranquilo no final da partida reconhecendo os erros de sua equipe e satisfeito com o empate de 1 a 1.

A próxima rodada da competição terá os seguintes confrontos; no sábado, 18, às 16h Santos x Barreiro Grande e às 19h Atlético x Santo Antônio. No domingo, 19, às 17h Fluminense x Palmeiras. Haverá também uma partida na terça feira dia 21, feriado nacional às 17h entre Rio Branco x Náutico.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.