Projeto Social leva solidariedade à comunidade de Barra do Peixinho em Tabocas do Brejo Velho

Solidarizar-se com vidas marcadas pela carência financeira e abandono, ajudando-as em todas as suas necessidades, sejam elas materiais ou espirituais nos fundamentos da compaixão e graça que são a essência do caráter de Deus, esse é o objetivo do projeto missionário/social Missão Água Viva. Contando com voluntários e parceiros de diversos lugares do Brasil, que […]

Em 06/11 de 2018

Solidarizar-se com vidas marcadas pela carência financeira e abandono, ajudando-as em todas as suas necessidades, sejam elas materiais ou espirituais nos fundamentos da compaixão e graça que são a essência do caráter de Deus, esse é o objetivo do projeto missionário/social Missão Água Viva. Contando com voluntários e parceiros de diversos lugares do Brasil, que abrem mão de suas próprias vidas para se dedicarem ao próximo, o grupo liderado por Raul Tenório, foi fundado há seis anos na Barra do Peixinho, povoado do município de Tabocas do Brejo Velho.

Segundo Raul, coordenador do projeto, o Missão Água Viva desenvolve ações de evangelização porta a porta em diversos povoados próximos, doando bíblias, roupas e alimentos, com o proposito de promover a inclusão social e atender as questões sociais críticas que afligem os moradores dessas localidades. “Nós nos unimos com o simples gesto de solidariedade e levamos ajuda e carinho, proporcionando alegria para as pessoas. Nossa intenção é doar, não apenas alimentos, mas sobretudo, uma mensagem de Deus para os moradores”, ressaltou.

Através de ações do projeto, todo dia 12 de Outubro mais de 300 crianças da comunidade vivem um dia especial. Para comemorar o Mês das Crianças, os voluntários cumprem uma tradição de fazer uma grande comemoração, garantindo a diversão dos pequenos com entrega de brinquedos, bíblias e lanches. ”Durante esses seis anos em que evangelizamos esses povoados, começamos também a comemorar o dia das crianças nessas localidades. Nosso propósito agora é de criar projetos para proporcionar cursos de informática para as crianças e adolescentes, levar também uma biblioteca infantil para que eles comecem a despertar para a leitura e a cultura”, finalizou Raul.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.