Projeto de união entre universidade e rede estadual pretende qualificar ensino na Bahia

Secom Bahia A sede da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), em Itabuna, recebeu a visita do governador Rui Costa nesta segunda-feira, 19, que assistiu a uma apresentação do reitor da instituição, Naomar Almeida, sobre os projetos de expansão da UFSB. Entre os projetos apresentados está a integração entre a universidade e a rede […]

Em 19/01 de 2015

Secom Bahia

Foto: Alberto Coutinho/GOVBA

Foto: Alberto Coutinho/GOVBA

A sede da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), em Itabuna, recebeu a visita do governador Rui Costa nesta segunda-feira, 19, que assistiu a uma apresentação do reitor da instituição, Naomar Almeida, sobre os projetos de expansão da UFSB. Entre os projetos apresentados está a integração entre a universidade e a rede estadual de educação, por meio do Instituto Anísio Teixeira.

“Integrar a universidade à rede estadual é um projeto extraordinário para que os colégios públicos do Estado funcionem como espaços para licenciatura”, afirmou Rui Costa. “Nós teríamos todas as escolas universitárias aproveitadas na formação dos acadêmicos. Isso é bom para as universidades, devido à formação dos novos e futuros professores e também para os alunos, que terão um espaço privilegiado de aprendizado, com acompanhamento e supervisão da universidade no ensino médio da Rede Estadual”.

Rui Costa disse que já convocou uma reunião com as quatro universidades estaduais e com todas as demais federais para que este modelo possa ser apresentado aos outros reitores. “Inicialmente, vou propor que todas as universidades públicas adotem este modelo e depois vamos convidar as privadas. Teríamos assim a integração entre o ensino médio e todas as universidades do Estado”.

Segundo Naomar, a rede já está funcionando com oito colégios universitários em municípios pré-selecionados, sendo que estão previstos ao todo 36 colégios universitários. “O Estado é o principal parceiro porque, além do termo de cessão das escolas de ensino médio, que permite que a gente funcione como colégios universitários, também tem dado todo o apoio logístico, inclusive de conceito. Este projeto tem muito da política da Secretaria Estadual de Educação”.

Atualmente com cerca de 800 alunos, a UFSB, que foi inaugurada em setembro de 2014, vai oferecer mais 1.500 vagas este ano, que beneficia estudantes de 48 municípios da região.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.