Projeto de Antonio Henrique Júnior que institui política de incentivo à permanência de jovens e adultos no campo é aprovado na CCJ da Asembleia

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) aprovou nesta terça-feira (28), por unanimidade, o projeto de lei nº 21.442/2015, de autoria do deputado Antonio Henrique Júnior, que institui a Política Estadual de Incentivo à Permanência de Jovens e Adultos no Meio Rural. O projeto foi apresentado no primeiro ano […]

Em 28/11 de 2017

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) aprovou nesta terça-feira (28), por unanimidade, o projeto de lei nº 21.442/2015, de autoria do deputado Antonio Henrique Júnior, que institui a Política Estadual de Incentivo à Permanência de Jovens e Adultos no Meio Rural.

O projeto foi apresentado no primeiro ano do mandato do parlamentar, em 2015, e tramitava desde então na CCJ. Com a aprovação nesta terça-feira, o PL seguirá para discussão nas outras comissões e, em seguida, para votação em plenário. Para o deputado Antonio Henrique Júnior, manter os jovens no campo, com condições de educação e qualidade de vida adequada, é um desafio que precisa ser enfrentado.

“Nós queremos dar condições para que os jovens permaneçam no meio rural, criando mecanismos que garantam qualidade de vida, emprego e renda. Somente através de qualificação e oportunidades será possível permitir que o jovem fique na zona rural desenvolvendo as atividades de produção de maneira sustentável”, afirmou o parlamentar.

Na justificativa do projeto, o deputado afirma que a agricultura familiar junto ao agronegócio são pilares fortes da economia baiana, daí a importância de estimular os jovens. “É preciso falar da importância dos jovens para a sustentabilidade do meio rural, dando continuidade aos projetos e modos de vida de seus pais”, afirma a justificativa do projeto.

Fonte: Assessoria de Comunicação deputado Estadual Antonio Henrique Júnior (PP)

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.