Presidente da Abrapa assume a Câmara Setorial do Algodão

Marília Moreira | Tempo de Comunicação João Carlos Jacobsen Rodrigues, presidente da Abrapa – Associação Brasileira dos Produtores de Algodão, tomou posse da presidência da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Algodão e Derivados, na quinta-feira, 19. Ele sucede a Sérgio De Marco, que presidiu a Abrapa no biênio 2011/12 e que esteve à frente […]

Em 23/03 de 2015

Marília Moreira | Tempo de Comunicação

Sérgio De Marco e João Carlos Jacobsen Rodrigues, na transmissão do cargo | Foto: Carlos Rudiney/divulgação

Sérgio De Marco e João Carlos Jacobsen Rodrigues, na transmissão do cargo | Foto: Carlos Rudiney/divulgação

João Carlos Jacobsen Rodrigues, presidente da Abrapa – Associação Brasileira dos Produtores de Algodão, tomou posse da presidência da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Algodão e Derivados, na quinta-feira, 19. Ele sucede a Sérgio De Marco, que presidiu a Abrapa no biênio 2011/12 e que esteve à frente desta Câmara Setorial desde a sua criação, em agosto de 2005.

Sérgio De Marco foi indicado para presidir a Câmara pelo então ministro Roberto Rodrigues, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Na época, ele era presidente da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa). Na transmissão de cargo, que ocorreu durante reunião da Câmara Setorial realizada na sede da Abrapa, em Brasília, De Marco foi homenageado pela entidade.

João Carlos Jacobsen Rodrigues, natural do Paraná, é um dos pioneiros da cultura do algodão no Oeste da Bahia, onde se fixou ainda na década de 1980. É presidente do grupo JCC – Jacobsen Companhia de Cultivos, localizado em Barreiras, onde produz algodão e também soja, milho, feijão, milheto e sorgo. Foi eleito presidente da Abrapa para o biênio 2015/2016.

A Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Algodão e Derivados atua como interlocutora junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Cabe a ela propor, apoiar e acompanhar as ações para o desenvolvimento das atividades do setor.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.