Prefeito de Buritirama reduz o próprio salário e surpreende população

Osmar Ribeiro Andando na contra mão da história pública brasileira, foi que na última quarta-feira (01), o Prefeito de Buritirama, pequena cidade do Oeste Baiano, Judisnei Alves de Souza, mais conhecido como Dedê Alves, baixou um decreto reduzindo o próprio salário em 20%. O decreto atinge também o vice-prefeito, secretários e todos os cargos comissionados […]

Em 04/11 de 2017

Osmar Ribeiro

Ao baixar o decreto, Dedê Alves supreende favoravelmente a população de Buritirama | Foto: Osmar Ribeiro/Falabarreiras

Andando na contra mão da história pública brasileira, foi que na última quarta-feira (01), o Prefeito de Buritirama, pequena cidade do Oeste Baiano, Judisnei Alves de Souza, mais conhecido como Dedê Alves, baixou um decreto reduzindo o próprio salário em 20%. O decreto atinge também o vice-prefeito, secretários e todos os cargos comissionados do município.

A medida tomada pelo prefeito foi em virtude da desaceleração da economia nacional e a redução das receitas do município. Com o Decreto Nº 44/2017, o prefeito busca atingir um equilíbrio entre receita e despesas públicas, com isso obedecendo a Lei de Responsabilidade Fiscal.

“Estamos cortando na própria carne para atingirmos um equilíbrio nas contas do município e assim assegurar a continuidade dos atendimentos à comunidade buritiramense, usando racional e eficientemente os recursos públicos”, declara Dedê Alves.

1 comentário

maria souza
Comentou em 05/11/17

Bom exemplo, que todos politicos deveriam seguir.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.