Ong L.O.B.O. completa 10 anos de história

Cathy Rodrigues A ONG LOBO – Liga de Ordem para Bichos Órfãos completou no último sábado, 10 anos de história. A Ong nasceu em 28 de março de 2005, e em 15 de agosto de 2007 teve sua fundação oficializada. Desde então, a LOBO tem se mantido com recursos próprios, obtidos através de suas voluntárias […]

Em 31/03 de 2015

Cathy Rodrigues

A ONG LOBO – Liga de Ordem para Bichos Órfãos completou no último sábado, 10 anos de história. A Ong nasceu em 28 de março de 2005, e em 15 de agosto de 2007 teve sua fundação oficializada. Desde então, a LOBO tem se mantido com recursos próprios, obtidos através de suas voluntárias e fundadoras, além de contar com a solidariedade da população, empresários e veterinários. Com a missão de resgatar, acolher e proteger cães e gatos abandonados ou vítimas de maus-tratos, protegendo-os até a sua adoção responsável, a LOBO já proporcionou a adoção de quase 5 mil animais desde 2005 até o momento, através de feiras de adoção e no próprio abrigo.

Voluntárias L.O.B.O. | Foto: Divulgação

Voluntárias L.O.B.O. | Foto: Divulgação

“É um trabalho árduo, muitas vezes mal compreendido. Contudo, nossa recompensa está em cada animal que resgatamos, que salvamos, que ganha um lar feliz e responsável. Os bichos merecem nossa luta. Mas, tão importante quanto adotar um animal é castrá-lo, evitando assim crias indesejadas, que acabam sendo descartadas nas ruas e em abrigos como o da LOBO. Somente através da castração e da adoção de animais abandonados é que será possível conter o crescimento populacional de animais que vivem nas ruas de Barreiras e do resto do país”, afirma a diretora da LOBO, Janete Lauck.

Veterinários voluntários da L.O.B.O. | Foto: Divulgação

Veterinários voluntários da L.O.B.O. | Foto: Divulgação

Para Janete Lauck, abrigo não é a solução para o problema de animais abandonados: “Um abrigo deve ser um lugar de passagem, um lar provisório, e não local de morada para o resto de suas vidas. Quem pensa que abrigo é a solução, nunca visitou um destes locais, não sabe como funciona. Por mais que um abrigo seja limpo, confortável, digno, nunca será o melhor lugar para um cão ou gato viverem por longos períodos – muitos até sua morte. E como doar tantos animais? Como achar tutores suficientes e responsáveis que os adotem? Ao invés de estarem em um abrigo, estes animais deveriam estar em um lar de verdade. É preciso cada vez mais informar e educar as pessoas sobre a guarda responsável e fazê-las compreender que castrar cães e gatos (fêmeas e machos) é a única solução para o abandono de animais em massa”.

Os animais que vão para adoção são castrados, e quando não estão por algum motivo, como por exemplo, idade necessária para a castração, a LOBO garante a cirurgia gratuita do animal doado. Só em 2013, foram castrados 93 cães e 120 gatos, tudo com o apoio das clínicas parceiras da Ong: Clínica dos Bichos, Chuchu Dog’s, Climev, Centrovet e São Francisco, que tratam e castram os animais da LOBO voluntariamente.

Animal resgatado e tratado pela L.O.B.O. | Foto: Divulgação

Animal resgatado e tratado pela L.O.B.O. | Foto: Divulgação

Apesar de não ter parceria com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), a LOBO já resgatou e recebeu diversos animais do local – bichos que estavam doentes ou para serem eutanasiados. No momento, a LOBO está acolhendo e protegendo cerca de 300 bichos órfãos. A despesa mensal da entidade, que funciona em um imóvel particular, chega a R$ 5.000,00. Em abril de 2014, a Ong foi declarada por unanimidade como sendo uma entidade filantrópica de utilidade pública por parte da Câmara Municipal de Vereadores de Barreiras.

Animal resgatado e tratado pela L.O.B.O. | Foto: Divulgação

Animal resgatado e tratado pela L.O.B.O. | Foto: Divulgação

A LOBO está localizada na Rua do Bambuzinho, nº 120-A, Loteamento Maria Percília, saída para Brasília. Quem desejar fazer qualquer doação para a Ong, pode fazer isso através da conta bancária da instituição:

BANCO DO BRASIL
Agência 0231-3
Conta corrente 39056-9
CNPJ: 09.094.604/0001-19
Favorecido: Liga de Ordem para Bichos Órfãos

www.facebook.com/ong.lobo
ong.lobo@hotmail.com
Telefones: (77) 9975-2338/ 9807-0535

Feira de adoção da L.O.B.O. / Bicho da L.O.B.O. adotado | Fotos: Divulgação

Feira de adoção da L.O.B.O. / Bicho da L.O.B.O. adotado | Fotos: Divulgação

Tatiane Lauck, voluntária L.O.B.O. | Foto: Divulgação

Tatiane Lauck, voluntária L.O.B.O. | Foto: Divulgação

Sede da Ong | Foto: Divulgação

Sede da Ong | Foto: Divulgação

4 comentários

Eliete Pereira dos Santis
Comentou em 05/05/17

Boa Tarde.
Hoje a tarde pude ver a propaganda da LOBO,Barreiras -Ba.Voces estao informando sobre Castraçao á preço Social.
Tenho uma cadela(Pedrita) 9 meses.Quero saber se ja pode ser castrada, e o valor.
Por gentileza,me informem.Tentei ligar no numero, nao consegui.

marcos
Comentou em 09/05/17

Olá bom dia
Estou com um problema de um grande numero gatos de rua, em minha residência e gostaria de saber se vocês recolhem eles para castração, pois não tenho problemas para alimentar, porém não posso deixar a população de gatos amentar, ao todo já são 12 gatos, mais três filhotes.

desde já grato
Marcos

Daiana
Comentou em 11/03/18

Moro na casa da minha sogra ela não quer o cachorro o que faço ele tem 6 meses cachorro porte grande esperto e dócil

Evaneide Sousa Amaral de Oliveira
Comentou em 02/06/18

Parece que tudo que está escrito aí é mentira, pois levei hoje dia 02 de junho de 2018. Uma gata de rua que foi atacada por um cão e ficou machucada precisando de cuidados veterinário e simplesmente a senhora que nos recebeu falou que lá não cuidava de gatos e sim só de cachorros, que também não tinha veterinários que podesse atender o animal ferido. Fico triste em ver tamanha propaganda e na realidade não é nada disso.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.