Obras de ampliação da estação de tratamento de água de Barreiras avançam

As obras de ampliação da estação de tratamento de água de Barreiras, no oeste da Bahia, estão avançando. Com investimentos no valor de R$ 4,5 milhões chega-se à 50% da produção de água tratada na cidade. Com 30% da obra concluída, as equipes estão trabalhando na execução das calhas do decantador. Nos últimos quatro meses, […]

Em 18/05 de 2016

As obras de ampliação da estação de tratamento de água de Barreiras, no oeste da Bahia, estão avançando. Com investimentos no valor de R$ 4,5 milhões chega-se à 50% da produção de água tratada na cidade.

Obra de ampliação da ETA - Estação de Tratamento e Abastecimento de Barreiras | Fotos: Ascom Embasa

Obra de ampliação da ETA – Estação de Tratamento e Abastecimento de Barreiras | Fotos: Ascom Embasa

Com 30% da obra concluída, as equipes estão trabalhando na execução das calhas do decantador. Nos últimos quatro meses, foram cumpridas as etapas de terraplanagem do terreno, concretagem das paredes, vigas e canal de esgotamento. Na obra de ampliação, vem sendo construído um novo módulo da estação de tratamento, com floculador, decantador, dois filtros e dois sopradores (para auxiliar a limpeza dos filtros).

Segundo Marcos Rogério Moreira, gerente da divisão de operações da Embasa, empresa responsável pela obra, a ampliação vai garantir um reforço da produção em até 13,85 milhões de litros de água por dia.

A água bruta é captada do rio de Ondas, em Barreiras, sendo levada para tratamento na estação, de modelo convencional, e passa pelos processos físicos – coagulação, floculação, decantação e filtração – e químicos – com a adição de cloro, cal e flúor. As regras de tratamento de água seguem os parâmetros da portaria 2914/2011, do Ministério da Saúde.

Atualmente, a estação produz 28,8 milhões de litros de água por dia para abastecer 46,9 mil unidades domiciliares na sede e em mais 20 povoados de Barreiras.

Com informações da Ascom Embasa

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.