O pedido de impeachment para Dilma não passa de um golpe

Jaqueline Barreto | Ascom PSOL Dilma foi eleita democraticamente pela população brasileira. O pedido de impeachment não passa de um golpe orquestrado pelo PSDB e DEM”, dispara Marcos Mendes. O Presidente Estadual do PSOL na Bahia, Marcos Mendes, na manhã da terça-feira(14), durante entrevistas às Rádios Excelsior AM 840 e Vida FM 106.1, declarou que […]

Em 15/07 de 2015

Jaqueline Barreto | Ascom PSOL

Dilma foi eleita democraticamente pela população brasileira. O pedido de impeachment não passa de um golpe orquestrado pelo PSDB e DEM”, dispara Marcos Mendes.

Marcos Mendes, presidente estadual do PSOL na Bahia | Foto: Divulgação

Marcos Mendes, presidente estadual do PSOL na Bahia | Foto: Divulgação

O Presidente Estadual do PSOL na Bahia, Marcos Mendes, na manhã da terça-feira(14), durante entrevistas às Rádios Excelsior AM 840 e Vida FM 106.1, declarou que o Partido Socialismo e Liberdade apesar de fazer uma oposição ao Governo Dilma, não concorda com qualquer tentativa de impeachment da Presidente da República. “A gente sempre deixa claro que somos críticos à política adotada pelo PT. O PT, quando chegou ao poder, acabou reproduzindo a mesma política do DEM, PSDB e PDMB. Mesmo assim, a gente vê esse pedido de impeachment como um golpe de Estado que está sendo orquestrado pela direita e setores conservadores da sociedade”, pontuou.

.

Psol vê pedido de impeachment para Dilma como um golpe de Estado | Foto: Reprodução

Psol vê pedido de impeachment para Dilma como um golpe de Estado | Foto: Reprodução

Marcos Mendes destacou que os tucanos enxergam no impeachment de Dilma Roussef a possibilitar de voltar ao poder. “Eles não possuem o objetivo de promover mudanças estruturais no país. Não querem transformar o Brasil em um país mais justo e mais inclusivo. O DEM e o PSDB querem apenas ter a máquina do Estado de volta para darem continuidade à gestão excludente e racista”, ironizou o psolista.

.

Mendes enfatizou ainda que o esquema de corrupção da PETROBRAS, mais conhecido como operação Lava Jato, é apontado pelos integrantes do DEM e PSDB como o maior esquema de desvio de verba pública da história brasileira. Para o psolista, a sociedade não pode esquecer também dos grandes esquemas que envolvem os outros partidos. Como exemplo, citou o mensalão tucano, a Operação Zelotes e os escândalos nos quais o ex-candidato à Presidência da República pelo PSDB, Aécio Neves, está envolvido. ” O único partido que não tem nenhum parlamentar em esquema de corrupção é o PSOL”, frisou.

 linha

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.