O município de Muquém do São Francisco está parado

Miriam Hermes | Nova Fronteira O prefeito de Muquém do São Francisco, Marcio Mariano (PP) e sua equipe de trabalho pararam todas aas atividades do executivo no município desde hoje pela manhã em protesto contra a postura da maioria dos vereadores, que não autorizaram a aquisição de cinco ônibus do Programa Caminho da Escola do […]

Em 15/08 de 2014

Miriam Hermes | Nova Fronteira

01O prefeito de Muquém do São Francisco, Marcio Mariano (PP) e sua equipe de trabalho pararam todas aas atividades do executivo no município desde hoje pela manhã em protesto contra a postura da maioria dos vereadores, que não autorizaram a aquisição de cinco ônibus do Programa Caminho da Escola do (FNDE).

“Também estão travando o nosso trabalho, pois não autorizaram a suplementação orçamentária suficiente para que a gente possa prestar os serviços aos cidadão”, reclamou o prefeito, dizendo que no ano passado, enquanto um representante do PT estava à frente da gestão municipal, “a Câmara aprovou suplementação orçamentária de 100% e agora, aprovaram apenas 5%”.

O protesto do executivo municipal reuniu toda a patrulha e os veículos do município, que estão parados em frente a prefeitura. Apenas os serviços de urgência e emergência da saúde estão ativos.

A ideia é que o protesto continue pelo menos até amanhã, dia que o legislativo deverá voltar a apreciar os projetos da aquisição dos ônibus escolares e da suplementação orçamentária. “Estamos engessados e não temos como trabalhar deste jeito”, afirmou Marcio Mariano, cobrando “uma postura dos vereadores para o bem do município, pois quem mais perde com isso é a população mais carente, que precisa da nossa ajuda”.

A reportagem, tentou, sem sucesso, falar com a mesa diretora da Câmara de Vereadores de Muquém do São Francisco, para que exponha sua posição acerca destas reivindicações do executivo.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.