Nota Pública sobre a não doação do terreno para a implantação do Campus da Ufob em Luís Eduardo Magalhães

A Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) vem a público esclarecer sobre o indeferimento da doação de área pública para implantação do Centro Multidisciplinar de Luís Eduardo Magalhães que: A Comissão de Implantação da Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), designada por meio da Portaria 555/2011, de 22 de setembro de 2011, da […]

Em 28/11 de 2014

01A Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) vem a público esclarecer sobre o indeferimento da doação de área pública para implantação do Centro Multidisciplinar de Luís Eduardo Magalhães que:

A Comissão de Implantação da Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), designada por meio da Portaria 555/2011, de 22 de setembro de 2011, da Universidade Federal da Bahia e da Portaria da Secretaria de Ensino Superior do Ministério da Educação, de 31 de maio de 2012, solicitou aos poderes executivos municipais das cidades da Barra, Bom Jesus da Lapa, Luís Eduardo Magalhães e Santa Maria da Vitória a doação de áreas públicas para a edificação de estruturas acadêmicas com área de aproximadamente 60 hectares.

De maneira uniforme, em pleno atendimento aos preceitos democráticos e respeito aos fundamentos legais que amparam a administração pública, a Comissão de Implantação visitou áreas apresentadas pelos municípios para estudo de localização, verificação de infraestrutura servida, acessibilidade e avaliações técnicas preliminares para determinar sua adequação ao objetivo proposto.

Em Luís Eduardo Magalhães, das áreas apresentadas, apenas uma atendia aos requisitos solicitados e foi indicada pela Comissão de Implantação à Prefeitura para o devido processo legal, ora rejeitado pelo poder legislativo municipal.

Em respeito à decisão, a Ufob desenvolverá seu planejamento e adotará as providências necessárias para assegurar o funcionamento do Centro Multidisciplinar de Luís Eduardo Magalhães e construção de sua sede definitiva.

Reconhecemos na mobilização dos estudantes, técnico-administrativos, docentes e da comunidade luiseduardense um ato legítimo de apoio e luta por uma educação superior pública, gratuita e de qualidade.

Este importante gesto enobrece nossa Universidade e fortalece nosso compromisso com a sociedade do Oeste Baiano.

Iracema Santos Veloso
Reitora Pro Tempore

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.