Neojiba recebe maestro russo em concerto especial no TCA

Secom Bahia A sala principal do Teatro Castro Alves (TCA) foi o destino escolhido por centenas de amantes da música instrumental clássica na noite de quarta-feira, 4. Jovens, adultos e até famílias inteiras assistiram a um concerto especial, que uniu no palco, pela primeira vez na história, a Orquestra Juvenil da Bahia, principal grupo orquestral […]

Em 05/03 de 2015

Secom Bahia

Foto: Carla Ornelas/GOVBA

Foto: Carla Ornelas/GOVBA

A sala principal do Teatro Castro Alves (TCA) foi o destino escolhido por centenas de amantes da música instrumental clássica na noite de quarta-feira, 4. Jovens, adultos e até famílias inteiras assistiram a um concerto especial, que uniu no palco, pela primeira vez na história, a Orquestra Juvenil da Bahia, principal grupo orquestral dos Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (Neojiba), e o maestro e violinista russo Maxim Vengerov, um dos maiores expoentes da música ocidental. O Concerto também marcou o início de uma parceria que promete ser histórica no cenário baiano, o encontro entre o Neojiba e a Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba), representada pelo maestro Carlos Prazeres.

Para o maestro e pianista, Ricardo Castro, diretor fundador do Neojiba, este concerto foi uma oportunidade única para a formação dos integrantes da Orquestra Juvenil da Bahia. “O Maxim Vengerov nunca regeu na Bahia, essa foi a primeira vez e ele escolheu a nossa orquestra. Ele é um dos artistas mais procurados do planeta. Trazer esse artista para interagir com a nossa juventude é como trazer o melhor atleta, o melhor piloto de fórmula 1. Ele tocar não é somente uma bela experiência para a platéia, mas é sobretudo uma grande oportunidade para esses músicos que estão tendo a chance de se apresentar com ele”, pontuou Castro.

O Neojiba foi criado em 2007 pelo Governo do Estado da Bahia e tem como objetivo alcançar a integração social por meio da prática coletiva e de formação de orquestras infanto-juvenis.Desde o surgimento do Neojiba, foram investidos pelo Governo do Estado mais de R$ 7 milhões, beneficiando cerca de 4.500 crianças, adolescentes e jovens de todo o território baiano.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.