Luiz Viana reúne quase 200 advogados para ouvir propostas

Ascom LViana Quase 200 advogados baianos atenderam ao chamado de Luiz Viana para apresentar propostas à elaboração do plano de campanha à presidência da OAB Bahia, que começa em 11 de outubro. Durante três horas na noite da última terça-feira (25), num auditório lotado do Hotel Monte Pascoal, além de sugestões, os presentes, que não […]

Em 27/08 de 2015

Ascom LViana

Luiz-Viana-01Quase 200 advogados baianos atenderam ao chamado de Luiz Viana para apresentar propostas à elaboração do plano de campanha à presidência da OAB Bahia, que começa em 11 de outubro. Durante três horas na noite da última terça-feira (25), num auditório lotado do Hotel Monte Pascoal, além de sugestões, os presentes, que não eram apenas de Salvador, mas também de Feira, Ilhéus, Lauro de Freitas e Barreiras, fizeram um balanço bastante positivo da gestão do pré-candidato à reeleição.

A defesa das prerrogativas dos advogados e o enfrentamento da crise da Justiça nortearam as propostas. A luta pelo piso salarial, reivindicação dos jovens advogados, foi objeto de várias manifestações. Diante da falta de competência da OAB para estabelecê-lo, foi sugerido no encontro o encaminhamento de sugestão ao governador para transformar o valor referência em piso salarial.

Calculando em 20 mil o número de jovens advogados na Bahia, Luiz Gabriel chamou atenção também para as dificuldades que esse expressivo segmento da classe vem enfrentando na atuação profissional. Ele sugeriu a criação de um sistema formal de atuação da OAB nos juizados especiais, onde se concentra grande parte desses profissionais.

Ana Carla Fracalossi propôs o estabelecimento de um convênio entre a OAB-BA e o INSS para atender a classe. “Já existe experiências deste tipo em outros estados, como na cidade de Santos em São Paulo”, informou. Para o presidente da OAB de Feira de Santana, Pedro Mascarenhas, o trabalho de valorização dos profissionais do interior deve ser continuado. Jeferson Braga sugeriu a mobilização dos advogados baianos pela democratização da OAB nacional. A proposta também foi defendida por Maurício Vasconcelos.

Samuel Vida avaliou que “a qualidade da gestão de Luiz Viana é um trunfo valioso que faltou às administrações anteriores da OAB”. Daniela Andrade Borges destacou a valorização da mulher sob a atual presidência. Roque Tarugo afirmou que Luiz Viana, diante de tantas conquistas e avanços para a classe, é o timoneiro para continuar conduzindo o barco da OAB.

Adversário na eleição anterior, Luiz Vinícius ressaltou que o grande êxito da administração de Luiz Viana foi a coragem. “Principalmente quando esteve em jogo a sociedade e a democracia, como nos casos do enfrentamento das questões do IPTU, da Taxa de Incêndio e do Cabula. Foram atitudes dessa natureza que me levaram a apoiá-lo agora”. Outro oponente do passado, Vandílson Costa também declarou apoio e elogiou o atual presidente.

A advocacia pública foi lembrada por Waldir Santos, que, elogiando o trabalho que vem sendo feito pela Comissão de Defesa do Concurso Público, falou da necessidade de intensificar as ações da Ordem pela aprovação da “constitucionalização das procuradorias municipais”. Também levantou a bandeira do combate à corrupção no país. “A OAB deve se colocar como voz do cidadão brasileiro, sem descurar da defesa das prerrogativas dos advogados”.

Descrito como “insuportavelmente democrático pela colega Ilana”, Luiz Viana declarou que sente a felicidade quando cumpre seus deveres. “Fico feliz em ter aberto a OAB para dialogar com os advogados e a sociedade”, afirmou. Segundo ele, o encontro deflagrou o processo de formulação das propostas da campanha e grupos de trabalho serão formados para a consolidação do novo plano de gestão. Foi anunciado ainda que estava disponível o e-mail falecomluizviana@gmail.com para o envio de sugestões à campanha.

“Com paixão, coragem e esperança, vamos juntos dar continuidade à construção da OAB de verdade, a da defesa das prerrogativas dos advogados e do enfrentamento da crise da Justiça, sempre guiada pelo estado democrático de direito”, afirmou Luiz Viana.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.