LEM: Moradores do Assentamento Rio de Ondas receberão melhorias no fornecimento de energia

Fotos e informações Ascom LEM Durante o encontro, moradores cobraram providências da empresa no sentido de aumentar a oferta de energia na localidade Uma audiência pública realizada na última sexta-feira (10), no Assentamento Rio de Ondas, reuniu pequenos produtores locais e a Coelba para discutir a melhoria na oferta de energia elétrica para o exercício […]

Em 13/05 de 2019

Fotos e informações Ascom LEM

Durante o encontro, moradores cobraram providências da empresa no sentido de aumentar a oferta de energia na localidade

Uma audiência pública realizada na última sexta-feira (10), no Assentamento Rio de Ondas, reuniu pequenos produtores locais e a Coelba para discutir a melhoria na oferta de energia elétrica para o exercício de atividades ligadas à pecuária e irrigação, o aumento da capacidade de atendimento e reavaliar contratos dos moradores.

O gerente regional de atendimento da Coelba explicou que a fornecedora de energia elétrica está realizando um estudo de viabilidade e garantiu empenho para atender às reivindicações. Leonardo Matos se comprometeu ainda a revisar todos os contratos dos moradores e incluí-los na categoria rural, para que eles obtenham os descontos estabelecidos pela legislação.

Para o prefeito Oziel Oliveira, esse foi mais um passo para estimular as atividades desenvolvidas no Assentamento Rio de Ondas. Além de reduzir os custos, a readequação contratual e o aumento da oferta de energia proporcionam garantias para quem pretende iniciar ou incrementar as atividades no local.

Na oportunidade, a deputada estadual Jusmari Oliveira (PSD) anunciou o projeto de implantação de uma escola agrícola no Assentamento Rio de Ondas. A instalação da unidade será uma parceria com o Governo do Estado e pretende qualificar a mão de obra dos estudantes locais para desenvolver as atividades no campo.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.