Juliano Cezar comemora 30 anos de carreira com histórica gravação do 3º DVD “Minha História”

Fabiana Villela Com casa lotada, artista emocionou seus fãs com repertório matador e contou com a presença de grandes nomes da música sertaneja Juliano Cezar eternizou, na noite desta quarta-feira, dia 19 de outubro, a histórica comemoração de seus 30 anos de carreira. Para pontuar a ocasião, o sertanejo gravou seu terceiro DVD de carreira […]

Em 28/10 de 2016

Fabiana Villela

Com casa lotada, artista emocionou seus fãs com repertório matador e contou com a presença de grandes nomes da música sertaneja

Juliano Cezar grava DVD comemorando os 30 anos de carreira | Foto: Caio Duran

Juliano Cezar grava DVD comemorando os 30 anos de carreira | Foto: Caio Duran

Juliano Cezar eternizou, na noite desta quarta-feira, dia 19 de outubro, a histórica comemoração de seus 30 anos de carreira. Para pontuar a ocasião, o sertanejo gravou seu terceiro DVD de carreira no palco do Quinta Linda, em Ribeirão Preto (SP). O projeto, que levará o título de “Minha História”, contou com a participação de grandes medalhões do gênero e emocionou o público, que lotou a casa.

As mais de 2 mil pessoas que tiveram a oportunidade de acompanhar de pertinho essa grande comemoração, presenciaram uma verdadeira homenagem à música country sertaneja – característica marcante dessas três décadas de carreira de Juliano Cezar. Foram mais de 25 músicas gravadas e, em algumas delas, o artista dividiu o palco com velhos amigos – Rionegro & Solimões, Matogrosso & Mathias, César Menotti & Fabiano, Eduardo Costa, Bruno & Barreto. “A comemoração não poderia ser melhor. Todos os ingressos foram vendidos e, além desse carinho do público, recebi meus companheiros de estrada no palco. Foi uma noite de fortes emoções”, conta Juliano Cezar.

E essa emoção pode ser percebida logo nos primeiros acordes. Em meio a um cenário cheio de charme e tecnologia, Juliano Cezar apareceu cantando um matador pout-porri de Bota Cinturão, Blue Jeans e seu maior hit, Cowboy Vagabundo.

A primeira participação especial da noite ficou por conta de Rionegro & Solimões. A dupla dividiu os vocais com o anfitrião da noite nas faixas KM 45 e Rumo a Goiânia. “Esta não é a primeira vez que cantamos juntos, mas foi com certeza a mais especial. Sou amigo de Rionegro & Solimões há muito tempo e eles não poderiam faltar nesta importante noite”, comenta Juliano. “Fazer parte desta comemoração de Juliano foi um momento único em nossa carreira. Ele com certeza merece toda esta estrutura. Só temos a agradecer o convite, ressalta Solimões.

O momento romântico chegou com as músicas Amo Você e My Love (Meu Amor). Foi nessa hora que Juliano dedicou as faixas a sua esposa, Andrea Mendes, e o amor tomou conta da casa, inspirando todos os casais apaixonados. “Não é porque sou cowboy, que não tenho um lado romântico. Essas músicas não poderiam faltar”, diverte-se o cantor.

Como não poderia deixar de ser, logo após Amo Você e My Love (Meu Amor), eis que surge, no palco, um grande fã de Juliano, Eduardo Costa. Juntos, os sertanejos interpretaram o grande clássico Não Aprendi Dizer Adeus, gravado originalmente por Juliano e regravado, logo depois, por Leandro e Leonardo e a emoção tomou conta do Quinta Linda. “Quando comecei minha carreira como cantor, me inspirei muito em Juliano. Ele é um cara íntegro e que realmente vive a música country. Sou realmente fã de sua trajetória”, declara Eduardo.

O palco voltou a pegar fogo na faixa Modo Raparigueiro, que contou com a participação de Bruno & Barreto. “É nessa hora em que a gente mostra quem é de verdade”, brincou Juliano Cezar. A dupla, que sempre foi fã de Juliano, não mediu palavras para ressaltar a importância de participar do DVD Minha História. “É uma honra fazer parte deste projeto. Sempre ouvíamos as modas de Juliano no rádio e sabemos da importância dele para a cultura country e sertaneja”, disseram.

Mas as participações não param por aí. A noite contou, ainda, com as lendas Matogrosso & Mathias que cantaram Sonhando Com Você e com César Menotti & Fabiano, interpretando o pout-porri Talismã / Solidão / Amargurado. “Nos dias de hoje, não é qualquer artista que consegue chegar a 30 anos de carreira. Juliano é um grande artista e conseguiu vencer nessa estrada. Meu grande amigo merece mais três décadas de sucesso!” parabeniza Matogrosso. Já os irmãos César e Fabiano pontuaram: “Juliano conseguiu sobreviver por trinta anos no mercado e enfrentou muitas mudanças. Suas músicas continuam modernas e suas letras atuais. Ele é um artista completo”.

E, em meio a esta grande comemoração, Juliano Cezar ainda fez uma belíssima homenagem ao saudoso Zé Rico ao executar, com maestria, os clássicos Jogo de Amor e Faz Ela Feliz. Pouca gente sabe, mas Zum foi uma espécie de padrinho da carreira de Juliano e, além disso, criaram uma bela amizade. “Essa homenagem foi realmente o ponto alto do show para mim. Graças aos avanços da tecnologia, pude fazer um dueto com Zum, que sempre foi a minha grande inspiração artística. Lindo demais”, explica.

Para concretizar toda esta grandiosa comemoração, Juliano Cezar contou com uma equipe de ponta nos backstages. Rodrigo Costa ficou responsável pela direção geral, direção musical e os arranjos. Marcelo Camargo assinou a direção executiva. Maurinho Saldanha cuidou da direção e edição de vídeo e Cleber Oliveira da direção técnica, além de outros profissionais. “Sempre fui fã do Juliano e com o passar dos anos, nos tornamos grandes amigos. Nos damos muito bem na vida e trabalhando juntos. Ele tem uma voz limpa e com personalidade. Tudo o que ele canta, ele traz pro mundo dele. É uma felicidade muito grande trabalhar com um artista deste porte”, pontua Rodrigo Costa.

Rio Negro e Solimões cantam no DCD Km 45 / Rumo a Goiânia | Foto: Caio Duran

Rio Negro e Solimões cantam no DCD Km 45 / Rumo a Goiânia | Foto: Caio Duran

O DVD Minha História chegará às lojas de todo o Brasil em janeiro de 2017 para deleite dos fãs da boa música sertaneja e com certeza será um dos destaques do semestre. “Esta noite é um marco! Só posso agradecer por este momento tão maravilhoso que estou vivendo. Hoje, as pessoas aqui presentes, puderam conhecer, através das minhas músicas, a ‘Minha História’. Muito obrigado,” encerrou emocionado Juliano Cezar.

Faixas – Minha História
1) Abertura – Bota Cinturão e Blue Jeans / Cowboy Vagabundo
2) Acordei Te Amando
3) Rodo Sem Borracha
4) Km 45 / Rumo a Goiânia (part. Rionegro e Solimões)
5) Eu Lambi o Chão
6) Amo Você / My Love (Meu Amor)
7) Não Aprendi Dizer Adeus (part. Eduardo Costa)
8) Pão de Queijo
9) Modo Raparigueiro (part. Bruno e Barretto)
10) Deixa a Estrada me Levar / Sai Dessa Vida / Minha História
11) Sonhando Com Você (part. Matogrosso e Mathias)
12) Toca Aquela Moda
13) Talismã / Solidão/Amargurado (part. Cesar Menotti e Fabiano)
14) Vai Ficar Me Olhando
15) Jogo do Amor / Faz Ela Feliz
16) Casar Pra Quê?
17) Bem aos Olhos da Lua / A Malvada

Veja o vídeo da música Modo Raparigueiro (part. Bruno e Barretto):

Músicos
Piano/Teclados: Rodrigo Costa
Bateria: Anderson Karan
Baixo: Iono Bass
Guitarra/Violão/Banjo/Dobro: Enoque Rodolfo
Acordeom: Nego Julio
Rabeca: Silviolino

Gravações adicionais em estúdio:
Steel guitar: Adair Torres
Backing Vocal: Bianca Alencar / Rodrigo Costa

Direção/ Edição de vídeo: Maurinho Saldanha
Edição de áudio: Thiago Machado
Mixagem/ Masterização: Rodrigo Costa
Pré produção de Áudio: Anjos Estúdios (Daniel Araújo, Beto Contessoto, Thiago Machado)
Direção de Fotografia e Light Designer: Welder Rojas e Thiago Padilha
Vídeo Designer (Painéis de LED): Maurinho Saldanha
Direção Executiva: Marcelo Camargo
Direção Técnica: Cleber Oliveira
Direção musical / Arranjos: Rodrigo Costa
Direção geral: Rodrigo Costa

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.