Iemanjá e Oxum terão três dias de festejos

Dircom Barreiras Este ano a tradicional festa do Dois de Fevereiro, que homenageia os orixás Iemanjá e Oxum, terá um formato diferente. Em reunião realizada na Prefeitura de Barreiras a Secretaria de Cultura Esporte e Lazer, em parceria com representantes de 19 terreiros de umbanda e candomblé, definiram como serão as mudanças, que, prevê três […]

Em 26/01 de 2016

Dircom Barreiras

A festa está incorporada ao calendário cultural de Barreiras | Foto: Dircom Barreiras

A festa está incorporada ao calendário cultural de Barreiras | Foto: Dircom Barreiras

Este ano a tradicional festa do Dois de Fevereiro, que homenageia os orixás Iemanjá e Oxum, terá um formato diferente. Em reunião realizada na Prefeitura de Barreiras a Secretaria de Cultura Esporte e Lazer, em parceria com representantes de 19 terreiros de umbanda e candomblé, definiram como serão as mudanças, que, prevê três dias de homenagens e comemorações.

A abertura dos festejos será no domingo, 31, às 17h no Mercado Municipal Caparrosa. Representantes dos terreiros farão uma exposição de materiais e fotos, além de uma homenagem aos pioneiros e fundadores dos centros de candomblé e umbanda em Barreiras. Os presentes poderão ainda, assistir a um vídeo que contará a história e trajetória destes líderes e dos centros a que pertencem.

Na segunda-feira, 01 de fevereiro será realizado um debate sobre o segmento afro-descendente, na UFOB. A organização é da instituição de ensino e dos terreiros e prevê apresentações culturais no pátio da universidade.

No dia Dois de Fevereiro, data oficial da festa de Iemanjá e Oxum, uma alvorada despertará Barreiras, às 6 horas, seguida por uma carreta pelas principais ruas da cidade. O estandarte de Iemanjá será levado a alguns terreiros. À tarde, a partir das 16 horas começa o cortejo fluvial com as imagens dos orixás pelo Rio Grande.

Programação – A partir das 17h as baianas saem em procissão até a Praça Landulfo Alves, paralelo ao cortejo fluvial que traz Oxalá e Oxum e Iemanjá. O encontro será na rampa em frente ao mercado, ali os presentes recebem o cortejo fluvial e o andor de Oxalá será retirado das águas e levado pelo Centro Histórico.

O evento será finalizado com uma grande roda (xirê), onde pais e mães de santo abençoarão os participantes.

Dependendo do nível das chuvas, a programação pode sofrer alterações.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.