Governo do Estado e representantes dos funcionários da EBDA buscam consenso

Karoline Meira Dando continuidade ao diálogo com os trabalhadores da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), os secretários de Relações Institucionais (Serin), Josias Gomes, e do Desenvolvimento Rural (SDR), Jerônimo Rodrigues, receberam na tarde da terça-feira, 26, representantes da comissão de negociação e do Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura da Bahia (Sintagri). A reunião realizada […]

Em 28/05 de 2015

Karoline Meira

01Dando continuidade ao diálogo com os trabalhadores da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), os secretários de Relações Institucionais (Serin), Josias Gomes, e do Desenvolvimento Rural (SDR), Jerônimo Rodrigues, receberam na tarde da terça-feira, 26, representantes da comissão de negociação e do Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura da Bahia (Sintagri). A reunião realizada na Serin, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, teve como objetivo construir um consenso da pauta de reivindicação, como vista a uma negociação com os funcionários da extinta EBDA, que se encontra em processo de Liquidação.

Em audiência, requerida pelo Governo do Estado, no último dia 20, no Juízo de Conciliação de 2ª Instância do Tribunal Regional do Trabalho, o governo apresentou a proposta de continuidade da assistência à saúde aos trabalhadores demitidos, garantida pelo Planserv, um impacto de R$ 2,8 milhões ao ano. Também foi informado o aproveitamento de partes dos servidores da EBDA, de acordo com o perfil, em cargos comissionados ou contratados para desenvolverem atividades na Bahiater – Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural, vinculada a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

Nova audiência – Uma nova audiência foi marcada para o dia 10 de junho, para análise do processo de negociação, entre o Governo do Estado e os trabalhadores.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.