Fundação Bahia e Embrapa prepararam lançamento de novas cultivares de Algodão

Virgília Vieira | Ascom Fundação BA Maior estabilidade e rentabilidade com qualidade de fibra é o que garante as novas cultivares de algodão: BRS 430 B2RF, BRS 432 B2RF e BRS 433 FL B2RF, que serão lançadas pela Fundação Bahia e Embrapa, durante a Bahia Farm Show. Segundo o pesquisador da Embrapa, Nelson Suassuna, as […]

Em 26/05 de 2017

Virgília Vieira | Ascom Fundação BA

Maior estabilidade e rentabilidade com qualidade de fibra é o que garante as novas cultivares de algodão: BRS 430 B2RF, BRS 432 B2RF e BRS 433 FL B2RF, que serão lançadas pela Fundação Bahia e Embrapa, durante a Bahia Farm Show.

Segundo o pesquisador da Embrapa, Nelson Suassuna, as novas cultivares contam com a tecnologia Bollgard II RR FlexTM,que  auxiliam no manejo e controle de lagartas e plantas daninhas e apresentam-se como opções de cultivares com genética adaptada ao ambiente tropical, aliada a biotecnologia eficiente para a produção de algodão, com rentabilidade e qualidade. “Essas são as primeiras cultivares BRS com as tecnologias Bollgard II RR FlexTM, geneticamente resistentes às principais lagartas do algodoeiro e tolerante ao glifosato. As cultivares BRS B2RF alcançam produtividade média superior a 300@/ha de algodão em caroço (4.500 kg/ha), podendo atingir produtividade superiores a 400@/ha (6.000 kg/ha), com estabilidade de produção, fibra de qualidade superior, resistência às principais doenças, além da biotecnologia para o controle de lagartas e tolerância ao glifosato”, afirma o pesquisador da Embrapa, Nelson Suassuna.

O presidente da Fundação Bahia, Ademar Marçal, ressalta que essas novas cultivares conciliam a excelência genética com a biotecnologia de ponta, para a produção de algodão. “Após muitas pesquisas, finalmente, estaremos entregando aos produtores cultivares muitas mais produtivas, com estabilidade, rentabilidade e com a qualidade de fibra que o mercado necessita”, afirma o presidente.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.