Feira Agroecológica estimula consumo de alimentos saudáveis no município de Central

Josalto Alves | Assimp/EBDA Os agricultores familiares da Associação Beneficente de Palmeiras (ABP), situada no município de Central, ganharam um espaço exclusivo para comercializar seus produtos na tradicional feira municipal. A iniciativa é da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), órgão vinculado à Seacretaria Estadual da Agricultura (Seagri), que cedeu uma área do escritório local […]

Em 22/07 de 2014

Josalto Alves | Assimp/EBDA

Feira Agroecológica em Central/BA

Feira Agroecológica em Central/BA

Os agricultores familiares da Associação Beneficente de Palmeiras (ABP), situada no município de Central, ganharam um espaço exclusivo para comercializar seus produtos na tradicional feira municipal. A iniciativa é da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), órgão vinculado à Seacretaria Estadual da Agricultura (Seagri), que cedeu uma área do escritório local para a realização da Feira Agroecológica. O espaço, composto por 10 barracas, oferece alimentos saudáveis totalmente livres de agrotóxicos. A feira foi inaugurada no último dia 19 deste mês, e funcionará todos os sábados.

A presidente da Associação, Verônica Tereza Tarrão, destaca que a feira foi criada para divulgar os benefícios do consumo de produtos orgânicos para a saúde, desenvolver a economia local e incentivar outros produtores a seguirem o mesmo caminho. “Após colocarem em prática as orientações técnicas da EBDA, os agricultores conseguiram duplicar a produtividade ao ponto de poder oferecer os alimentos em feira livre e para a alimentação escolar”.

Segundo Verônica, aproximadamente 3.500 alunos de 45 escolas públicas do município são beneficiados com produtos produzidos pela comunidade. A ação que tem o incentivo da EBDA, é desenvolvida em parceria com a prefeitura local, por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), do governo federal.

Capacitação – Os agricultores familiares foram capacitados para produzir de forma sustentável, através de um curso de agroecologia promovido pela gerência regional da EBDA de Irecê. O gerente regional, Edvaldo Reinaldo, conta que já existia por parte dos agricultores da comunidade, a vontade de implantar a prática agroecológica, o que facilitou o desenvolvimento do curso ministrado por ele.  “Hoje, a atividade é principal fonte de renda dos associados”.

A feira, que conta com o apoio da prefeitura municipal, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Central, é fruto de ações da EBDA voltadas para o desenvolvimento de atividades agropecuárias de base agroecológica. “Trata-se de uma experiência exitosa com a valorização do conhecimento do agricultor”, ressalta Edvaldo Reinaldo, que também explica que o novo espaço tem o objetivo de melhorar a comercialização dos produtos orgânicos da agricultura familiar.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.