Fé e Devoção: Festa de São Sebastião emociona fiéis em Barreirinhas

33 anos de tradição: Procissão e festa para celebrar o padroeiro Devoção. Palavra que pode resumir a tradição da Festa de São Sebastião comemorada anualmente pelos moradores de Barreiras e especialmente de Barreirinhas. A paróquia do bairro realizou nesse domingo (20), a missa e procissão de encerramento da festa religiosa em homenagem ao Santo. A […]

Em 21/01 de 2019

33 anos de tradição: Procissão e festa para celebrar o padroeiro

Devoção. Palavra que pode resumir a tradição da Festa de São Sebastião comemorada anualmente pelos moradores de Barreiras e especialmente de Barreirinhas. A paróquia do bairro realizou nesse domingo (20), a missa e procissão de encerramento da festa religiosa em homenagem ao Santo. A devoção levou centenas de fiéis ao bairro, durante os dias 11 a 20 de janeiro, data que se celebra o mártir da Igreja. Neste último dia de festa, estiveram presentes: o prefeito Zito Barbosa, a vice Karlúcia Macêdo, vereadores, além de um grande número de pessoas.

Durante os dez dias de festa, tradicionais barracas de comidas típicas, apresentações de artistas locais e a área de convívio social proporcionaram momentos de integração e diversão das famílias e atraiu fiéis de outros bairros. A celebração do encerramento da festa começou com uma missa celebrada pelo Bispo Dom Josafá, quando os cânticos motivaram e emocionaram os participantes, sobretudo os mais sensíveis. A festa encerrou-se com uma procissão em que os fiéis conduziram a imagem do Santo pelas ruas do bairro.

A vice-prefeita, Karlúcia Macêdo, devota, moradora do Bairro, e uma das grandes incentivadoras da festa, acompanhou toda a procissão ao lado do andor e ressaltou que se emociona todos os anos ao participar da missa em honra a São Sebastião. “Compartilhar dos momentos de devoção e fé do nosso povo nos fortalece no nosso compromisso de servir, que nosso padroeiro nos inspire nesse propósito”.

São Sebastião é um dos santos católicos mais populares e encanta a todos pelo seu exemplo de fé e coragem. Conta-se que na batalha que expulsou os franceses que ocupavam o Rio de Janeiro, ele foi visto lutando entre os mamelucos, índios e portugueses em defesa das terras brasileiras. A batalha teria acontecido no dia 20 de janeiro, dia do Santo.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.