Esporte barreirense não tem motivos para comemorar

Osmar Ribeiro Depredadas e abandonadas, praças esportivas de Barreiras são ocupadas pelo mato. Traves, tabelas, alambrados foram depredados, destruídos por vândalos e ação do tempo e abandonados pelo poder municipal Cadeiras destruídas, entulho e mato, muito mato, foi o que a reportagem do Fala Barreiras encontrou nas quadras esportivas dos bairros Vila Brasil, Boa Sorte, […]

Em 26/05 de 2014

Osmar Ribeiro

Depredadas e abandonadas, praças esportivas de Barreiras são ocupadas pelo mato. Traves, tabelas, alambrados foram depredados, destruídos por vândalos e ação do tempo e abandonados pelo poder municipal

Área externa do Ginásio de Esportes de Barreiras

Área externa do Ginásio de Esportes de Barreiras

Cadeiras destruídas, entulho e mato, muito mato, foi o que a reportagem do Fala Barreiras encontrou nas quadras esportivas dos bairros Vila Brasil, Boa Sorte, Barreiras I e principalmente no Ginásio de Esportes Baltazarino Araújo de Andrade, que encontra-se com grades de proteção em péssimo estado de conservação, sem iluminação, cadeiras quebradas dentro da quadra, telhado totalmente danificado, as duas quadras que ficam fora da cobertura do Ginásio, que serviam como apoio e para vários torneios, estão tomados pela destruição e pelo mato, tudo isso formam o retrato do abandono das praças públicas de Barreiras.

Quem chega à cidade se depara com as praças esportivas degradadas. O FALA BARREIRAS percorreu quatro praças da cidade e constatou que todas estão depredadas. A primeira, no Bairro Boa Sorte, está com os alambrados danificados, com as tabelas de basquete quebradas e no lugar da baliza de um dos gols foram improvisados dois pedaços de madeira. “Esse foi o jeito para não ficarmos sem jogar futebol”, contou o estudante João Felipe do Nascimento e Silva, 13. A situação incomoda as pessoas que residem no bairro e não tem mais onde praticar esportes.

Já na Vila Brasil, o alambrado também danificado, a trave para ficar de pé necessita de um barrote de madeira amarrado ao alambrado e ao redor muito entulho. A quadra esportiva destruída. No Barreiras I, as grades de proteção foram danificadas, com vários buracos e com pontas de arame que podem perfurar uma criança que por ali se atreve a brincar.

No Ginásio de Esportes, a situação é desoladora. “É muito abandono”, lamentou o técnico de edificações, Júlio César, 30 anos. Júlio presenciou os momentos de glória do Ginásio que serviu para sediar vários torneios de Futsal, Basquete, Vôlei, Handball, Judô, entre outros esportes, e hoje se encontra totalmente destruído pela falta de manutenção e ação do tempo. “Quando a gente olha para isso aqui, dá um nó na garganta”, disse Geraldo Vieira, que costumava jogar no ginásio.

CLIQUE NAS MINIATURAS PARA AMPLIAR AS FOTOS DO BAIRRO BOA SORTE

CLIQUE NAS MINIATURAS PARA AMPLIAR AS FOTOS DA VILA BRASIL

CLIQUE NAS MINIATURAS PARA AMPLIAR AS FOTOS DO BAIRRO BARREIRAS I

CLIQUE NAS MINIATURAS PARA AMPLIAR AS FOTOS DO GINÁSIO DE ESPORTES

1 comentário

uandro carvalho dos santos
Comentou em 26/05/14

Uma vergonha ver tudo isso, cresci jogando nessas quadras que mi deram muitas amizades e alegrias, como o poder publico deixar chegar nesse ponto, vergonha.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.