Entenda a importância da Mamografia e não deixe para depois

Andrea Camilo | Comunique-se Mamografia 3D é opção eficaz no diagnóstico do câncer de mama; exame detecta 41% mais tumores que o tradicional; conheça a tecnologia O ano começou há alguns dias e a conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama é constante. Para as mulheres que não […]

Em 19/01 de 2019

Andrea Camilo | Comunique-se

Mamografia 3D é mais eficaz no diagnóstico de câncer de mama | Foto: Reprodução Veja

Mamografia 3D é opção eficaz no diagnóstico do câncer de mama; exame detecta 41% mais tumores que o tradicional; conheça a tecnologia

O ano começou há alguns dias e a conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama é constante. Para as mulheres que não realizaram o exame no ano passado, o melhor há se fazer é marcar agora no começo do ano. Além da mamografia, alguns exames de rotina são super importantes para manter em dia os cuidados com a saúde da mulher.

A mamografia é um exame de captura de imagens da mama, por isso é rápido e não invasivo, sendo uma das principais formas de diagnosticar o câncer de mama precocemente. A Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), o Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem (CBR) e a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO) recomendam a mamografia anual para as mulheres a partir dos 40 anos de idade. Já o Ministério da Saúde preconiza o rastreamento bianual a partir dos 50 anos.

Mamografia mais moderna
A evolução da mamografia tradicional, conhecida como tomossíntese ou mamografia 3D, garante resultados mais precisos e detecção precoce – também em mamas densas, aquelas que são mais difíceis de diagnosticar.

Segundo estudo publicado no Journal of the American Medical Association (Jama) a tomossíntese reduz o número de exames adicionais (falsos positivos) em 15% e aumenta a detecção do câncer de mama invasivo em 41%. A pesquisa foi feita em 2015 por médicos e pesquisadores em 13 hospitais universitários e privados dos EUA que avaliaram a detecção do câncer de mama realizando cerca de de 281 mil mamografias 3D e 174 mil mamografias tradicionais.

No Brasil, a tecnologia é oferecida pela Hologic por meio dos equipamentos Selenia Dimensions e 3Dimensions, que permitem que os médicos examinem o tecido mamário camada por camada. Então, em vez de visualizar a mama em uma imagem única e plana, como na mamografia 2D convencional, é possível ter uma visão mais detalhada e precisa.

“Na mamografia 3D o aparelho gera múltiplas imagens que permitem identificar nódulos com menos de 1cm. Se tiver alguma área suspeita e que não aparecia na mamografia convencional, o exame 3D irá mostrar. Mais de 200 estudos clínicos demonstraram que com o uso desta tecnologia os médicos são capazes de procurar por câncer de mama com muito mais precisão, independentemente da idade ou da densidade das mamas da paciente”, comenta Dra. Vivian Schivartche, médica radiologista especialista no diagnóstico de câncer de mama do CDB Premium.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.