Eleito deputado federal, Tito reafirma compromisso com o agronegócio da Bahia

O cenário do agronegócio e a importância do setor para a economia da região oeste e da Bahia. Essas foram as temáticas discutidas pelo deputado federal eleito, Tito, e empresários do agronegócio, em uma reunião organizada pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia – AIBA, em Barreiras. Devido à importância econômica e social do […]

Em 16/10 de 2018

O cenário do agronegócio e a importância do setor para a economia da região oeste e da Bahia. Essas foram as temáticas discutidas pelo deputado federal eleito, Tito, e empresários do agronegócio, em uma reunião organizada pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia – AIBA, em Barreiras.

Devido à importância econômica e social do agronegócio para a região e todo o Estado, Tito anunciou que defende e que irá desempenhar o papel de parlamentar representante dos setores do agronegócio, agropecuário e dos pequenos agricultores do Oeste e da Bahia.

“Estes setores são estratégicos para as soluções econômicas para o nosso Estado e para o País. Conheço as necessidades e potencialidades desses importantes segmentos da economia regional, e junto com essas importantes entidades, iremos organizar as ações para a implementação de políticas específicas que tragam soluções para todos. Defenderei novos mecanismos de incentivo à produção e à melhoria da infraestrutura regional para viabilizar a expansão desses setores”, frisou o parlamentar.

Tito ressaltou que estes setores são os que mais geram empregos na região Oeste e no Brasil, e que, portanto, buscará caminhos para reduzir a burocracia que muitas vezes emperra o seu desenvolvimento. Segundo Tito, a criação de empregos de qualidade na Região Oeste geralmente está atrelada ao desenvolvimento desses segmentos.

“O Oeste agora tem um autêntico representante na Câmara Federal para apoiar e representar o agronegócio regional. Trabalharei pela diminuição das ações burocráticas que afetam o setor, contribuindo com a viabilização e mais celeridade nas ações governamentais nas três esferas de poder, essa será a minha defesa permanente. Além do mais, não podemos concordar com a excessiva morosidade na concessão das licenças necessárias para a aprovação de novos investimentos em nossa região e no nosso Estado, causa maior da falta de implantação de novos projetos e geração de empregos.” Concluiu Tito.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.