Centro Cultural recebe espetáculo sobre a construção da língua portuguesa

O Centro Cultural de Luís Eduardo Magalhães foi palco do espetáculo teatral “Um caso de língua” na terça-feira, 07. A peça encerrou a programação da III Semana de Integração Universitária da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB). O espetáculo apresenta um recorte inédito sobre a construção da Língua Portuguesa no Brasil a partir de […]

Em 08/06 de 2016
O Centro Cultural de LEM foi palco de espetáculo teatral na tarde da terça-feira, 07, com o ator Urias Lima | Foto: Divulgação

O Centro Cultural de LEM foi palco de espetáculo teatral na tarde da terça-feira, 07, com o ator Urias Lima | Foto: Divulgação

O Centro Cultural de Luís Eduardo Magalhães foi palco do espetáculo teatral “Um caso de língua” na terça-feira, 07. A peça encerrou a programação da III Semana de Integração Universitária da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB).

O espetáculo apresenta um recorte inédito sobre a construção da Língua Portuguesa no Brasil a partir de suas matrizes linguísticas mais importantes. Em cena, o ator Urias Lima interpreta um personagem meio índio, meio bicho do mato, ilustrando o processo de construção/formação da língua e da gênese da necessidade humana de comunicação verbal.

A peça usa como suporte a música “Língua”, de Caetano Veloso, para ressaltar a importância deste valioso patrimônio cultural brasileiro que – segundo o ator – nos amalgama como Nação.

O trabalho é fruto de mais de quatro anos de anotações, leituras e também de cuidadosa pesquisa sobre a origem da língua falada no País.

Ascom LEM

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.