Cartas para a Vida: Ação reforça campanha Setembro Amarelo

Miriam Hermes A Academia Barreirense de Letras e a Polícia Militar da Bahia, através de diversas representações da entidade em Barreiras, lançaram o projeto Cartas para a Vida, com foco na prevenção ao suicídio e na melhora da autoestima da população. “O projeto tem por objetivo levar palavras de esperança às pessoas que se encontram […]

Em 28/09 de 2018

Miriam Hermes

A Academia Barreirense de Letras e a Polícia Militar da Bahia, através de diversas representações da entidade em Barreiras, lançaram o projeto Cartas para a Vida, com foco na prevenção ao suicídio e na melhora da autoestima da população.

“O projeto tem por objetivo levar palavras de esperança às pessoas que se encontram silenciosamente na sociedade em condições de sofrimento emocional, inclusive com pensamentos suicidas”, afirmou a presidente da ABL, Ananda Lima.

A ideia é que as pessoas escrevam cartas com mensagens positivas, que devem ser encaminhadas para o endereço de e-mail, cartasparaavida2018@gmail.com, com ou sem a identificação do autor.

Depois de passarem por uma avaliação de conteúdo, inclusive com a leitura de cada uma delas por uma equipe de psicólogos, elas são disponibilizadas nas redes sociais do projeto, com possibilidade de infinitos compartilhamentos.

De acordo com o subtenente PM Romenil Souza, o Cartas para a Vida “é um projeto de solidariedade e amor, através de um trabalho cuidadoso que transforma cada carta em gotas de esperança”.

Ele destacou a parceria com a ABL e demais entidades envolvidas na Campanha Setembro Amarelo e lembrou que dentro deste contexto a PM não debate o tema apenas internamente, “mas também se integra à comunidade discutindo temas de relevância social”.

Embora o projeto tenha se consolidado em setembro, mês dedicado à prevenção ao suicídio, o Cartas para a Vida não tem data para terminar. De acordo com a coordenação do projeto, a iniciativa tem chamado a atenção, não apenas em Barreiras, mas até em outros estados.

Vale destacar que representantes do Núcleo de Acolhimento e Valorização da Vida de Barreiras (Navv), também fazem parte da iniciativa, que traz a inovação das mensagens escritas, enquanto em geral são oferecidas oportunidades de acesso a mensagens de voz.

“Qualquer pessoa pode escrever uma carta de amor e esperança, com palavras de otimismo e perseverança”, afirmou Ananda Lima, satisfeita com a repercussão da campanha.

Além da divulgação dos textos nas redes sociais, “também serão impressas mensagens para distribuição em locais de grande circulação de pessoas”, concluiu.

Para ler as cartas acesse o Facebook ou Instagram.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.