Buritirama: emissora de rádio será inaugurada nesta terça-feira, 07

João Neris | Dayjara Baraúna A luta durou cinco anos. Idealizada pelo radialista João Néris dos Santos, a luta começou em 2010 quando este movimentou toda comunidade para fazer com que o Ministério das Comunicações abrisse o canal de rádio comunitária para Buritirama, no oeste da Bahia. Em 2011 o MC abriu o edital contemplando […]

Em 04/04 de 2015

João Neris | Dayjara Baraúna

A luta durou cinco anos.

Sede da emissora em Buritirama | Fotos: Divugação
Sede da emissora em Buritirama | Fotos: Divulgação

Idealizada pelo radialista João Néris dos Santos, a luta começou em 2010 quando este movimentou toda comunidade para fazer com que o Ministério das Comunicações abrisse o canal de rádio comunitária para Buritirama, no oeste da Bahia. Em 2011 o MC abriu o edital contemplando o município, onde apesar de diversas associações terem tentado sem sucesso tempos atrás, nesta oportunidade, apenas a Associação Comunitária e Cultural da Cidade de Buritirama, foi a única a participar do certame, com mais de cinco mil assinaturas, sendo uma das maiores adesões do país na disputa por um canal de rádio.

Após todos os procedimentos legais junto ao Ministério das Comunicações; em 2013 o Ministro Dr. Paulo Bernardo que até então ocupava a pasta, autorizou a outorga, encaminhando todo o processo para a Casa Civil, informando que tudo estava na legalidade.

Em julho de 2014, a Presidente Dilma Rousseff encaminhou a mensagem presidencial ao Congresso para sua deliberação.

Após passar pelas comissões, no início de janeiro de 2015, o atual Ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, através da coordenação da Anatel, emitiu a Licença Provisória para instalação da Rádio Buritirama FM, através do Canal 200 com a Freqüência Modulada em 87,9 MHz.

Toda estrutura já está pronta, apesar de modesta, agora é só esperar o grande dia da inauguração que será neste dia 07 de abril de 2015 (Terça-Feira) às 10h na cidade de Buritirama.

“Até aqui foi uma luta intensa, com a ajuda de muitas pessoas, tanto aqui de Buritirama, como também de pessoas de outras partes da Bahia e também de outras regiões do Brasil, mas tinha que ser dentro dos conformes e com muita cautela, pois o Ministério das Comunicações e a Anatel são órgãos sérios e o processo tinha que ser analisado com calma e paciência, por isso demorou cinco anos para a conquista; mas a vitória só foi consagrada, graças à união dos buritiramenses e esta rádio pertence a este povo que agora vai ter mais um canal de comunicação,” disse o Radialista João Néris.

Para a diretora da emissora, Dayjara Baraúna “A rádio terá uma programação voltada para a cultura, informação, entretenimento e participação popular. Falará de política, mas não terá tendência política partidária, religiosa entre outras. Será uma rádio do povo para o povo. De início estaremos com instalações modestas, mas vamos melhorar em todos os sentidos, tanto na estrutura quanto na programação; temos umas ideias, mas estaremos sempre à disposição para sugestões. Já estamos organizando um site que naturalmente vai conectar com todo o planeta e com os novos mecanismos, os ouvintes poderão participar estando em qualquer lugar. A rádio está montada dentro dos padrões da lei e de acordo com o projeto apresentado. Ainda este ano vamos colocar todos os equipamentos modernos e com qualidade digital e iremos trabalhar nos próximos anos para construir a sede própria,” disse Dayjara Baraúna.

Em Buritirama, esta é a primeira rádio oficial a ser instalada. No município, atualmente o sistema de comunicação ainda é o tradicional, feito através do celular que como todos percebem, na maioria do país não está bom; a cidade dispõe de poucos telefones fixos e pouquíssimos orelhões; comunicação através dos Correios e pela internet com muita dificuldade; mas, com a rádio, certamente será o canal de maior penetração na sociedade; principalmente levando a prestação de serviços, entretenimento e informação ao cidadão.

Com esta rádio, Buritirama é hoje, motivo de inveja para muitas cidades do país. Por cinco anos os aparelhos de rádios dos buritiramenses ficaram guardados, mas agora todos já estão limpando-os para uma outra fase da história.

O município completa em maio 30 anos de emancipação política e o presente chega antecipado e na hora certa, ou seja, em um momento que a população faz festa.

Demorou, mas chegou!

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.