Avançam as tratativas para implantação do Colégio da Polícia Militar em Barreiras

O Colégio da Polícia Militar, em Barreiras, é uma demanda do oeste baiano encaminhada pelo deputado Antonio Henrique Júnior ao governador Rui Costa. Nesta quarta-feira (4) foi dado mais um passo importante rumo à concretização do projeto com a publicação no Diário Oficial, da Portaria nº 7410, da Secretaria de Educação do Estado da Bahia, […]

Em 04/09 de 2018

O Colégio da Polícia Militar, em Barreiras, é uma demanda do oeste baiano encaminhada pelo deputado Antonio Henrique Júnior ao governador Rui Costa. Nesta quarta-feira (4) foi dado mais um passo importante rumo à concretização do projeto com a publicação no Diário Oficial, da Portaria nº 7410, da Secretaria de Educação do Estado da Bahia, que institui grupo de trabalho encarregado de coordenar e acompanhar a implementação do CPM/Barreiras.

O grupo será coordenado pela superintendente de políticas públicas para a educação básica (SUPED), Teresa Santos Farias, que, no prazo de trinta dias, deverá apresentar relatório técnico para a implantação do colégio – considerando questões de ordem territorial, logística, pessoal e financeira – ao secretário estadual de educação, Walter Pinheiro.

Satisfeito com o andamento do projeto, o deputado Antonio Henrique comemorou: “Estamos finalizando os trâmites legais para que o Colégio da Polícia Militar esteja funcionando no início de 2019, oferecendo educação de qualidade para jovens e adolescentes de Barreiras e região”.

Fonte: Assessoria de Comunicação Deputado Estadual Antonio Henrique Júnior (PP)

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.