Antonio Henrique Júnior discute com prefeitos criação do Hospital Regional de Santa Maria da Vitória

O deputado Antonio Henrique Júnior esteve reunido na noite da terça-feira (07) com prefeitos e secretários municipais de Saúde dos municípios da Bacia do Rio Corrente e o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas Boas, para apresentação dos estudos sobre a implantação do Hospital Regional de Santa Maria da Vitória, que vai atender aos municípios […]

Em 11/11 de 2017

O deputado Antonio Henrique Júnior esteve reunido na noite da terça-feira (07) com prefeitos e secretários municipais de Saúde dos municípios da Bacia do Rio Corrente e o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas Boas, para apresentação dos estudos sobre a implantação do Hospital Regional de Santa Maria da Vitória, que vai atender aos municípios da região.

Concebido para ser viabilizado pelo consórcio de municípios da região, o hospital atenderá a procedimentos de média complexidade nas áreas de clínica, cirurgia, obstetrícia e pediatria. “Acredito que a criação da unidade hospitalar regional em Santa Maria da Vitória resolverá um gargalo histórico da região com a questão da saúde pública”, afirmou o parlamentar. No encontro, ficou definido que uma nova reunião, dessa vez com o governador Rui Costa, dará a solução final para esta questão.

Participaram do encontro os prefeitos Marcão (Santana), que também preside o CISBARC – Consórcio Intermunicipal de Saúde da Bacia do Rio Corrente; Renatinho (Santa Maria da Vitória); Chepa Ribeiro (São Félix do Coribe); Marcelo (Cocos); o vice-prefeito de Canápolis, Zoroaldo Queiroz; os secretários de saúde Daniel Moura (Jaborandi) e Jaqueline (Coribe); o secretário de administração de Serra Dourada, Edilson Rodrigues; a coordenadora do Núcleo Regional de Saúde/Oeste, Suzete Dias; e assessores dos consórcios e da Sesab.

Fonte: Assessoria de Comunicação deputado Estadual Antonio Henrique Júnior (PP)

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.