Aiba participa de reunião no ministério da Agricultura sobre o Bamapito

Rassana Milcent | Ascom Aiba O presidente da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Júlio Cézar Busato, participou da uma reunião com a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, realizada na última quarta-feira, 11, na sede do ministério, em Brasília. Também estavam presentes, os secretários da Agricultura de todos os estados que compõem o […]

Em 13/02 de 2015

Rassana Milcent | Ascom Aiba

01O presidente da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Júlio Cézar Busato, participou da uma reunião com a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, realizada na última quarta-feira, 11, na sede do ministério, em Brasília. Também estavam presentes, os secretários da Agricultura de todos os estados que compõem o Bamapito, com destaque para o secretário Paulo Câmera, do estado da Bahia; o presidente da Embrapa, Mauricio Lopes; o chefe de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa, Celso Moretti; e o superintendente de Desenvolvimento Agropecuário da Seagri (SDA) da Bahia, Almeida Junior. Na ocasião, foi apresentado o programa do Mapa intitulado “Inteligência Territorial e Expansão da Agropecuária”, voltado para o Bamapito.

O programa foi estruturado com base nas seguintes áreas de estudo: recorte territorial (biomas, microrregiões e delimitação geográfica), quadro natural (agrícola, infraestrutura e logística) e quadro econômico. Com isto definido, foi elaborado um planejamento de atuação para a Embrapa e seus parceiros.

Para o recorte territorial do Bamapito, onde se definiu os limites territoriais da região, foram utilizados os critérios da dinâmica de exploração agrícola, áreas de Cerrado, aspectos econômicos e infraestrutura disponível.

A definição dos quadros natural e econômico da região identificou um grande número de pequenos produtores que possuem renda mensal menor que dois salários mínimos. Com base nestes dados, a ministra destacou a necessidade de se melhorar o IDH da região, uma vez que o Bamapito tem um enorme potencial de crescimento. “A região carece de infraestrutura e de logística e vamos trabalhar duro para resolvermos estas questões”, disse a ministra Kátia Abreu.

Representando 1.300 agricultores do Oeste da Bahia, o presidente da Aiba falou que a região, hoje, cultiva quase 500 mil hectares de algodão e que, por sua produtividade e qualidade de fibra, poderá, rapidamente, chegar a um milhão de hectares cultivados. Por conta disso, Busato salientou a necessidade de instalação de um núcleo de pesquisa da Embrapa Algodão na região.

O presidente da Aiba ressaltou o efeito positivo que a agricultura, a pecuária e a agroindústria trouxeram para as populações do oeste baiano, especificamente, e se disponibilizou a colaborar com a ministra para a criação de uma agencia de desenvolvimento regional com a participação dos governos estadual, municipal e Federal, além da iniciativa privada para, juntos, buscarem soluções e projetos que venham a resolver os problemas e entraves que atrasam o desenvolvimento da região e privam as populações existentes de uma melhor qualidade de vida.

Na ocasião, o Presidente da Aiba entregou os convites da Bahia Farm Show para a ministra Kátia Abreu e para a presidente da República, Dilma Rousseff. A Feira será realizada de 02 a 06 de junho de 2015, em Luís Eduardo Magalhães (BA).

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.