Adab orienta estudantes sobre o consumo de produtos inspecionados na Expoconquista

Ascom Adab Para conscientizar a sociedade sobre os perigos do consumo de alimentos de origem animal contaminados e sem certificado de inspeção, a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), vinculada à Secretaria Estadual da Agricultura (Seagri), através do projeto de Educação Sanitária, “Adab na Exposição”, recebe os alunos da rede pública e privada de […]

Em 26/03 de 2014

Ascom Adab

01Para conscientizar a sociedade sobre os perigos do consumo de alimentos de origem animal contaminados e sem certificado de inspeção, a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), vinculada à Secretaria Estadual da Agricultura (Seagri), através do projeto de Educação Sanitária, “Adab na Exposição”, recebe os alunos da rede pública e privada de ensino da região de Vitória da Conquista, até sexta-feira (28), no espaço do Tatersal da Exposição Agropecuária (Expoconquista).

“O objetivo é conscientizar a população sobre a importância do alimento seguro e de qualidade para salvaguardar a saúde humana. Acredito no poder de transformação que o conhecimento traz para o cidadão e espero que cada aluno seja um porta-voz multiplicador de informação”, incentiva o diretor de Inspeção de Produtos Agropecuários da Adab, Adriano Bouzas.

O teatro de fantoches é a proposta da Adab para a Expoconquista diante do sucesso da estratégia adotada na Fenagro. Os estudantes recebem também material informativo e assistem aos vídeos sobre abate clandestino e seus riscos para saúde pública, além de degustar produtos lácteos ofertados por indústrias inspecionadas da região.

Durante o ano a Diretoria de Inspeção da Adab (Dipa) vai realizar ampla campanha educativa de combate à clandestinidade de produtos cárneos e lácteos. A educação sanitária é o agente promotor de mudanças comportamentais e instrumento de conscientização.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.