Abapa participa da Passarela da Soja e do Milho 2016

Virgília Vieira A Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), participou da Passarela da Soja e do Milho 2016, que aconteceu no dia 18 de março, no Campo Experimental da Fundação Bahia, em Luís Eduardo Magalhães. Com o tema ‘Agronegócio: A força da nossa região’, o evento contou com a participação de aproximadamente 650 pessoas, […]

Em 01/04 de 2016

Virgília Vieira

O Evento aconteceu no Campo Experimental da Fundação Bahia | Foto: Virgília Vieira

O Evento aconteceu no Campo Experimental da Fundação Bahia | Foto: Virgília Vieira

A Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), participou da Passarela da Soja e do Milho 2016, que aconteceu no dia 18 de março, no Campo Experimental da Fundação Bahia, em Luís Eduardo Magalhães. Com o tema ‘Agronegócio: A força da nossa região’, o evento contou com a participação de aproximadamente 650 pessoas, entre eles, produtores, estudantes, consultores e público em geral.

O evento tem como objetivo a transferência de conhecimento e tecnologia para os produtores da região. Segundo o presidente da Abapa, Celestino Zanella, é muito importante para o setor produtivo conhecer os trabalhos desenvolvidos na região, na área de pesquisa e tecnologia. “Esse evento reúne a pesquisa, o campo, o estudante que é a próxima geração e a sociedade como um todo, para uma troca de experiências que só agrega resultados ao setor produtivo. Tecnologia, além da pesquisa, precisa ser difundida. As entidades têm desenvolvido bons trabalhos nessa área e é importante o envolvimento de toda a cadeia”, disse Zanella.

Durante a programação, o presidente da Fundação Bahia, Ademar Marçal, encorajou os produtores a enfrentarem o momento difícil que o Brasil está passando com perseverança, e falou do trabalho desenvolvido pela Fundação Bahia. “O Brasil e o mundo precisa da agricultura. O Brasil está mudando, e mesmo com as dificuldades, o momento é de criar soluções para os nossos problemas. O crescimento do Brasil é absolutamente fantástico, e vai superar essa crise. O momento é de criar, acredito na Fundação Bahia como uma solução para o futuro da região do Matopiba, e de outros estados. Temos tecnologia, temos material, estamos colhendo bons frutos com o novo projeto da entidade, e em parceria com a Embrapa podemos afirmar que teremos bons resultados com as tecnologias que estão sendo desenvolvidas”, enfatizou Ademar.

Além de palestras que trataram sobre tecnologias, sustentabilidade e rentabilidade, nas estações técnicas, foram montados plots demonstrativos, de: Cultivares da Fundação Bahia e Embrapa, Manejo Nutricional e Fisiológico na Cultura da Soja, Vitrines Tecnológicas e Variedades Comerciais de Soja e Milho. A Passarela é realizada pela Fundação Bahia e Embrapa, e conta com o apoio da Abapa, Prodeagro e Aiba.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.